Fonte: OpenWeather

    Vacina


    Doria convidou todos os ex-presidentes para tomar vacina em SP

    Lista engloba Collor, Dilma, FHC, Lula, Temer e Sarney

    O planejamento no estado difere do Plano Nacional de Imunização
    O planejamento no estado difere do Plano Nacional de Imunização | Foto: Reprodução

    O governo de São Paulo convidou todos os ex-presidentes vivos para tomarem a vacina contra a covid-19 que será distribuída no estado. O convite partiu do governador João Doria e vale para a imunização com a Coronavac, vacina que está sendo desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac.

    De acordo com o governo, os seis ex-presidentes foram contactados. São eles: José Sarney (1985-1990), Fernando Collor de Melo (1990-1992), Fernando Henrique Cardoso (1995 - 2002), Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), Dilma Rousseff (2011-2016) e Michel Temer (2016-2018).

    O convite aos ex-mandatários foi pensado como uma forma de incentivo à vacinação no estado. Doria tem o plano de iniciar a imunização em São Paulo no dia 25 de janeiro, com encerramento em 28 de março.

    O planejamento no estado difere do Plano Nacional de Imunização, divulgado no início da semana pelo Ministério da Saúde. Nele, ainda não há uma data exata para início das vacinações no Brasil. O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no entanto, afirmou que a imunização começará no dia 21 de janeiro.