Fonte: OpenWeather

    Trânsito


    Seguro DPVAT não será cobrado em 2021; saiba mais

    Decisão é do Conselho de Seguros. Repasses para vítimas de acidentes de trânsito continuará valendo

     

    O dinheiro arrecadado com o DPVAT é destinado ao pagamento de indenizações
    O dinheiro arrecadado com o DPVAT é destinado ao pagamento de indenizações | Foto: Divulgação

    O Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) decidiu nesta 3ª feira (29 dez) que o DPVAT, seguro obrigatório usado para indenização de vítimas de acidentes de trânsito, não será cobrado em 2021. 

    Neste ano, a taxa já passou por uma redução de 68% para carros e de 86% para motos. Apesar de não haver cobrança no ano que vem, o seguro ainda continuará existindo.

    O dinheiro arrecadado com o DPVAT é destinado ao pagamento de indenizações; ao Ministério da Saúde no atendimento médico às vítimas e aos programas de prevenção de acidentes.

    O conselho decidiu ainda que deve ser contratado novo operador para o seguro, adminstrado por um consórcio. O TCU determinou que o consórcio mantenha a gestão do DPVAT durante a transição para a nova administradora.

    Em 2019, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou a extinguir o seguro obrigatório por meio de uma Medida Provisória (MP). Mas o Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o texto.

    *Com informações do site SBT News 

    Leia mais 

    Motociclistas lideram indenizações pagas pelo Dpvat por acidentes

    73% das indenizações para crianças e adolescentes foram por invalidez

    Saiba quais foram as 4 maiores infrações dos motoristas do AM em 2020