Fonte: OpenWeather

    Réveillon


    Ano Novo na pandemia tem de aglomerações a cidades vazias; veja fotos

    Em algumas cidades as medidas restritivas conseguiram barrar as comemorações, em outras os populares se reuniram e causaram aglomerações

     

    No Brasil, algumas praias ficaram lotadas
    No Brasil, algumas praias ficaram lotadas | Foto: Reprodução

    Manaus - Mesmo com a pandemia, multidões se aglomeraram em diversas cidades do Brasil e do mundo durante a virada de 2020 para 2021.

    Em algumas cidades, como nas capitais do Rio de Janeiro e de São Paulo, as medidas restritivas conseguiram barrar as comemorações em pontos tradicionais como a praia de Copacabana e a Avenida Paulista. Mas praias de Cabo Frio (RJ) e do Balneário Camboriú (SC) ficaram lotadas. A situação não foi diferente em outros países.

    SÃO PAULO

    Em anos sem pandemia, a Avenida Paulista é ocupada por cerca de 1 milhão de pessoas que vão ao local para presenciar shows da virada com fogos de artifício e bandas famosas.

    Neste ano, a festa foi cancelada em julho de 2020 pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) para evitar aglomerações e propagação da covid-19. A medida deixou a rua da principal avenida da capital vazia para a circulação de carros.

     

    A Avenida Paulista às 23h de 31 de dezembro de 2020
    A Avenida Paulista às 23h de 31 de dezembro de 2020 | Foto: Reprodução

    RIO DE JANEIRO

    A capital fluminense cancelou a tradicional festa de réveillon na praia de Copacabana em 15 de dezembro. Foram decretadas medidas, como a proibição de queima de fogos e de aparelhos de som, para desestimular aglomerações na orla carioca. Isso fez que comemorações na principal praia do Rio, que geralmente fica lotada, fossem menores. Ainda assim, algumas pessoas passaram a virada no local.

     

    Praia de Copacabana no Rio de Janeiro teve movimentação menor do que em outros anos
    Praia de Copacabana no Rio de Janeiro teve movimentação menor do que em outros anos | Foto: Ana Castro

    Em Cabo Frio as multidões tomaram conta da orla da cidade. A praia ficou lotada durante o momento da virada.

     

    Multidão se aglomera em praia na cidade fluminense de Cabo Frio
    Multidão se aglomera em praia na cidade fluminense de Cabo Frio | Foto: Reprodução

    AMAZONAS

    Festas e eventos de Ano Novo foram proibidas no Estado pelo governador Wilson Lima (PSC) em 28 de dezembro. Em Manaus, o principal ponto para comemorar a vira, a praia da Ponta Negra, ficou vazia. A cidade, no entanto, teve queima de fogos e show on-line do Capital Inicial.

     

    Fogos de artifícios foram lançados durante a virada de ano em Manaus
    Fogos de artifícios foram lançados durante a virada de ano em Manaus | Foto: Reprodução

    SANTA CATARINA

    Em Florianópolis a festa que reúne de 80.000 a 90.000 pessoas para passar a virada foi cancelada pela Prefeitura da capital. Isso não impediu que algumas pessoas fossem às praias.

     

    A orla da capital catarinense no momento da virada
    A orla da capital catarinense no momento da virada | Foto: Divulgação

    Em Balneário Camboriú a orla ficou lotada, mesmo com as restrições da Prefeitura. Foram proibidos fogos de artifícios, narguilé, equipamentos sonoros, tendas e guarda-sóis a partir das 18h de 31 de dezembro.

     

    Praia em Balneário Camboriú (SC) lotada na passagem de ano
    Praia em Balneário Camboriú (SC) lotada na passagem de ano | Foto: Reprodução

    *Com informações do Poder360

    Veja mais:

    Amazonas inicia 2021 no pico de pandemia, diz especialista

    Em Manaus, homem é assassinado nos primeiros minutos de 2021

    2021 terá três feriados nacionais prolongados; confira as datas