Fonte: OpenWeather

    Naufrágio no rio Amazonas


    Marinha resgata homens dentro de geladeira no meio do Rio Amazonas

    Homens flutuaram por três horas dentro de geladeira até a chegada de socorro após naufrágio

     

    Após serem retirados da água, os militares prestaram os primeiros socorros aos homens
    Após serem retirados da água, os militares prestaram os primeiros socorros aos homens | Foto: Divulgação


    Santarém (PA) - A Marinha do Brasil resgatou três homens que estavam à deriva no Rio Amazonas após o naufrágio da embarcação em que navegavam na quarta-feira (3). Eles estavam flutuando, dentro de uma geladeira, por cerca de três horas quando foram localizados, nas proximidades de Santarém, no Estado do Pará.

    Os homens, com idades de 25, 65 e 69 anos, transportavam pescado de Alenquer para Santarém, quando a embarcação de cerca de 8 metros de comprimento em que estavam, naufragou. Para flutuar, eles usaram a geladeira que conservava os peixes. 

    De acordo com a Marinha, as vítimas foram encontradas a cerca de 14 quilômetros de Santarém, no Pará. O resgate foi feito por meio do Navio-Patrulha “Pampeiro” e da embarcação orgânica fluvial “Roraima”.

    Após serem retirados da água, os militares prestaram os primeiros socorros aos homens. Na sequência, os três náufragos foram levados para a cidade, onde foram atendidos por profissionais de saúde.

    Os navios da Marinha estavam na região para fazer a escolta de uma balsa que transporta um tanque com 90 mil m³ de oxigênio líquido para Manaus (AM), devido à pandemia do novo coronavírus.

    Ainde de acordo com a Marinha, um inquérito será instaurado para averiguar as causas do acidente.

    Leia mais:

    Naufrágios: vidas ceifadas em rios da Amazônia

    Sobe para 13 o número de mortos no naufrágio do Anna Karolinne III