Fonte: OpenWeather

    Restrições


    São Paulo volta à fase vermelha na segunda-feira

    Medida permanecerá em vigor até 18 de abril

     

    Apesar dos números, a gestão de João Doria (PSDB) permitiu o funcionamento de alguns setores considerados essenciais
    Apesar dos números, a gestão de João Doria (PSDB) permitiu o funcionamento de alguns setores considerados essenciais | Foto: Divulgação

    O estado de São Paulo retorna na segunda-feira (12) à fase vermelha da quarentena, que permanecerá em vigor até 18 de abril. O anúncio foi feito em entrevista coletiva do governo estadual nesta sexta-feira (9). 

    Iniciada em 15 de março, a fase emergencial – que é mais rígida que a vermelha – termina neste domingo (11). Na prática, passará a ser permitido o retorno das atividades presenciais nas escolas das redes públicas e privadas, desde que autorizadas pelas prefeituras, além da abertura de alguns serviços essenciais que estavam vetados e de competições esportivas profissionais.

    O governo aceitou os novos protocolos elaborados pelo Ministério Público Estadual e pela Federação Paulista de Futebol e liberou a retomada do Campeonato Paulista. 

    Segue vetado o funcionamento de bares, restaurantes, academias e salões de beleza, além de celebrações religiosas presenciais.

    Foi mantido, ainda, o toque de recolher das 20h às 5h. O cumprimento da restrição de circulação continua a ser fiscalizado por uma força-tarefa composta por integrantes das vigilâncias sanitárias, Polícia Militar e Procon.

    A mudança foi implantada após o estado registrar uma ligeira queda na taxa de internação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), que segue em patamares altos – acima de 88%. 

    Nesta semana, o estado registrou novo recorde de mortes em 24 horas: foram 1.389 na terça-feira. Na quinta-feira (8), São Paulo ultrapassou a marca de 80 mil mortes desde o início da pandemia. 

    Apesar dos números, a gestão de João Doria (PSDB) considerou ser possível flexibilizar e permitir o funcionamento de alguns setores considerados essenciais.


    * Com informações do G1


    Leia Mais:


    Caso Henry: vereador Dr. Jairinho tem salário e mandato suspensos


    Vacinas com insumos nacionais deverão ser entregues em setembro


    Goiânia e Curitiba suspendem aplicação da 1ª dose de vacinas