Fonte: OpenWeather

    Imunização


    Três capitais suspendem aplicação da 1ª dose de vacina contra Covid-19

    João Pessoa, Rio Branco e Salvador paralisaram a campanha nesta terça-feira

     

    Em fevereiro, o número de capitais afetadas pela falta de doses atingiu oito, com restrições ou sua suspensão
    Em fevereiro, o número de capitais afetadas pela falta de doses atingiu oito, com restrições ou sua suspensão | Foto: Giuliano Gomes

    Três das 27 capitais brasileiras paralisaram a aplicação da 1ª dose da vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira (14) por falta de doses. São elas: João Pessoa, Rio Branco e Salvador.

    Já Curitiba suspendeu a aplicação da 1ª dose para pessoas com 66 anos ou mais, que havia começado nessa terça-feira (13). Outros grupos que já vinham recebendo a primeira dose devem continuar sendo imunizados.

    E em Natal faltam doses da CoronaVac, uma das duas vacinas disponíveis no Brasil. A cidade continua fazendo aplicações com a vacina de Oxford.

    Em 9 de abril, ocorreu paralisação em duas capitais, quando Curitiba e Goiânia alegaram falta de imunizantes. No mesmo dia, Brasília, Fortaleza e Macapá, com vacinação parada até então, normalizaram o serviço.

    Em fevereiro, o número de capitais afetadas pela falta de doses atingiu oito, com restrições ou sua suspensão.

    Escassez

    O Ministério da Saúde informou, em nota, trabalhar "incansavelmente para ampliar a vacinação em todo país, mas a escassez de vacinas é uma realidade mundial. Mesmo assim, com as doses já confirmadas para chegarem neste mês, o Ministério prevê que 1 milhão de brasileiros sejam vacinados diariamente".

    O órgão disse ainda que “os números previstos mensalmente são estimados de acordo com as previsões contratuais. No entanto, existem variáveis que não dependem do Ministério, como a aprovação de vacinas pela Anvisa, a velocidade de produção dos fabricantes e a importação de vacinas e insumos para a sua produção".


    * Com informações do G1


    Leia Mais: 


    Blogueira pode ter feito mais de 100 vítimas com produtos falsificados

    Biden confirma retirada de militares americanos do Afeganistão

    Operador da maior fraude financeira da história morre nos EUA