Fonte: OpenWeather

    Covid-19


    Estados e municípios receberão 2,3 milhões de kits para intubação

    Chegada dos medicamentos está prevista para esta quinta-feira às 22h30

     

    Ministro da Saúde afirmou que a pasta precisa adotar providências para garantir o abastecimento
    Ministro da Saúde afirmou que a pasta precisa adotar providências para garantir o abastecimento | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

    O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta quinta-feira (15) a chegada de 2,3 milhões de kits de medicamentos utilizados para intubação de pacientes com Covid-19 doados por empresas.

    A informação foi divulgada em entrevista coletiva e busca responder à demanda de diferentes estados e municípios brasileiros que registram falta dos insumos.

    A chegada dos medicamentos, doados por empresas, está prevista para esta quinta-feira às 22h30, no aeroporto de Guarulhos.

    A entrega completa contará com 600 mil doses de bloqueadores musculares, 400 mil doses de analgésicos específicos para este uso, além de 800 mil doses de sedativos do tipo midazolam e 500 mil doses de propofol, também sedativo.

    "Nós conseguimos garantir, conforme as informações recebidas, 10 dias de bloqueadores musculares analgesia e sedação e 15 dias com propofol", afirmou o secretário-executivo do ministério, Rodrigo Cruz.

     

    Crise

    O estado será responsável, junto aos municípios, pela redistribuição dos medicamentos após o repasse. Ainda segundo Cruz, a doação de medicamentos foi discutida nesta quinta-feira.

    Sobre a crise da falta de insumos em estados e municípios, o ministro da saúde afirmou que "o que há é uma situação sanitária grave, uma doença grave que leva as pessoas às unidades de terapia intensiva. E não só os governadores e prefeitos nos procuram, como também os parlamentares”.

    A pasta ainda destacou que, em condições normais, "a obrigação de adquirir os medicamentos é de municípios e estados, todavia estamos em uma emergência de saúde pública e o Ministério da Saúde precisa adotar as providências necessárias para assegurar o abastecimento".


    * Com informações da CNN


    Leia Mais: 


    Estudo da UNB investiga cepas do novo coronavírus encontradas no DF

    Irmã de Jairinho afirma que ele mudou versão sobre morte do enteado

    Governo do Japão avalia cancelamento da Olimpíada de Tóquio