Fonte: OpenWeather

    Reforço


    Força Nacional vai atuar contra desmatamento na Amazônia

    O apoio dos militares será em caráter episódico e planejado por 260 dias

     

    A operação terá o apoio logístico do Ibama
    A operação terá o apoio logístico do Ibama | Foto: Divulgação

    Apoiando ações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Força Nacional de Segurança Pública voltará a atuar no combate ao desmatamento e queimadas na Amazônia. A determinação foi divulgada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (29).

    Segundo o texto, a Força Nacional atuará em ações de fiscalização e de repressão ao desmatamento ilegal e demais crimes ambientes, de combate aos incêndios florestais e queimadas, em atividades e serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da proteção das pessoas e do patrimônio.

    O apoio dos militares será em caráter episódico e planejado por 260 dias, podendo ser prorrogado se necessário.

     

    A operação terá o apoio logístico do Ibama, que deverá dispor de infraestrutura necessária à Força Nacional.

    Pesquisa


    Os desmatamentos e queimadas na Floresta Amazônica podem estar influenciando as mudanças climáticas na região e no mundo, é o que afirma um estudo financiado pela National Geographic Society e assinado por mais de 30 cientistas.

    O estudo publicado no periódico Frontiers in Forests and Global Change aponta inda que o maior perigo é que, com a diminuição de sua área, a Amazônia esteja perdendo poder de absorver dióxido de carbono, um dos gases do efeito estufa. 

    Leia mais 

    Plano do governo apresenta metas para reduzir desmatamento na Amazônia

    Força Nacional vai atuar na segurança do ICMBio na Amazônia

    Cúpula do Clima: entenda o evento e quais serão os impactos no Brasil