Fonte: OpenWeather

    TRAGÉDIA


    Menino que caiu de 9º andar de prédio é enteado do ator Marcos Oliver

    Ator fez postagem de luto nas redes sociais. Polícia investiga hipótese de queda acidental

    Ator tem diversas fotos com o enteado e a esposa, mãe da vítima | Foto: Reprodução

    O menino de 11 anos que morreu após cair do 9º andar de um prédio residencial em Santos, no litoral de São Paulo, é enteado do ator Marcos Oliver. Nas redes sociais, ele fez postagens de luto, lamentando o ocorrido. Oliver e a companheira não estavam no apartamento no momento da queda. A Polícia Civil ainda investiga o caso. As informações são do G1 Santos. 

    Marcos Oliver atuou no programa 'Teste de Fidelidade', e também já participou de um reality show. Nas redes sociais, ele tem mais de 41 mil seguidores, e fez uma postagem de luto na noite desta sexta-feira (18), nos stories e na linha do tempo. 

      Veja abaixo:  

     

     

    Ator demonstrou luto nas redes sociais
    Ator demonstrou luto nas redes sociais | Foto: Reprodução

    Nas redes sociais, Oliver tem diversas fotos com a companheira, mãe da vítima, e também registros com o menino. Após a postagem, dezenas de seguidores desejaram condolências ao ator, por meio de comentários.


    A morte

    O caso ocorreu nesta sexta-feira, em um prédio localizado na Avenida Dr. Washington Luiz, no bairro Gonzaga. O menino caiu por volta das 9h, pouco após interagir na aula da qual participava de maneira remota. A polícia investiga as circunstâncias da queda, mas descarta a possibilidade de homicídio.

    Segundo o delegado Jorge Álvaro Gonçalves Cruz, a coordenadora da escola onde ele estudava e a professora prestaram depoimento nesta sexta. A queda ocorreu no momento em que a aula ainda era ministrada pela profissional. Ela relatou que percebeu, por volta das 8h, que ele não estava mais acompanhando a aula. O delegado, entretanto, explica que não foi especificado se ele havia desconectado.

    O apartamento é um duplex e, em determinado momento, a criança subiu para a área da cobertura. Há tela de proteção no local, com exceção de uma pequena parte onde há um jardim ornamental. Antes de chegar ao solo, o menino bateu contra o vidro do parapeito do prédio. Na calçada, era possível ver os estilhaços de vidro. O corpo dele foi encontrado na rampa que dá acesso à garagem.

     

    Jardim ornamental onde não há tela de proteção
    Jardim ornamental onde não há tela de proteção | Foto: Reprodução

    Segundo o delegado, a família está muito abalada e não teve condições de ser ouvida. O zelador do edifício também deu depoimento sobre o caso. "Ele falou que ouviu o barulho e imaginou que tivessem jogado uma pedra, só depois viu que se tratava do menino", explica. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi solicitado, mas a criança morreu no local.

    *Com informações do G1 Santos

    Leia mais:

    Nas últimas 24 horas, 14 pessoas foram presas pela PM em Manaus

    Homem é perseguido e executado a tiros no Jorge Teixeira

    Adolescente morre em área de operação policial no Rio de Janeiro