Fonte: OpenWeather

    Desespero


    Terremoto no México provoca destruição e deixa um morto

    O homem morreu após ser atingido por um poste que caiu durante o terremoto

     

    | Foto: LUIS CORTES/REUTERS

    Um homem morreu na cidade de Coyuca de Benítez após um poste cair sobre ele durante o terremoto de magnitude 7,1 que atingiu o centro e sudeste do México na noite de terça-feira (7), informaram as autoridades locais.

    Sobre os danos materiais, o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, disse em mensagem que apenas "foram relatadas pedras caídas de cercas, o mesmo em Morelos (centro), não há danos em Oaxaca (sul), não há danos em Puebla (centro) ", bem como na Cidade do México.

    O terremoto foi registrado por volta de 22h47 (horário de Brasília) e teve seu epicentro 11 km a sudeste de Acapulco, Guerrero, a sudeste do México, segundo a Pesquisa Sismológica Nacional. Até agora, houve três tremores secundários, o maior de magnitude 5.

    “Até agora, nenhum dano sério foi relatado”, escreveu a prefeita da Cidade do México, Claudia Sheinbaum, no Twitter.

    “Vamos ter algumas quedas de energia, mas sem notícias relevantes, o metrô e o metrobús continuam funcionando”, disse Omar García, chefe da Secretaria de Segurança Cidadã, à Milenio TV.

    Colapsos nervosos

    A prefeita de Acapulco, Adela Román, informou que “há crises de nervos, as pessoas estão preocupadas porque há tremores secundários”.

    Ele também disse que "muitos vazamentos de gás" foram detectados em áreas residenciais.

    Um correspondente da AFP descobriu que postes de serviços públicos caíram na Avenida Costera, esmagando veículos, e que a fachada de uma igreja desabou.

    Do lado de fora de um hotel, um turista tentava se recuperar do forte choque, enquanto abraçava sua mãe de 86 anos que chorava.

    "Eu estava tomando banho e de repente senti um movimento muito forte e depois fiquei assustado e gritei", disse à AFP Sixto, morador da Cidade do México que passou férias em Acapulco, que só conseguiu sair com uma toalha de banho.

    “Venho com a minha mãe e estamos no 11º andar do hotel (...) acho que o hotel ficou muito danificado”, acrescentou.

    O terremoto também foi percebido de maneira moderada em algumas regiões do estado do México e Veracruz (leste).

    O terremoto causou um colapso nervoso também no centro da Cidade do México, cujos habitantes ainda guardam a trágica memória do terremoto de magnitude 7,1 registrado em 19 de setembro de 2017, que abalou o centro do país e deixou 369 mortos, a maioria na capital.

    “Estou com muito medo, não sei se ela dorme esta noite, estou preocupada com a minha filha, acordei ela para colocá-la no chão e nem calcei os sapatos”, Laura Villa, 49, residente do centro da Cidade do México.

    Turistas hospedados em hotéis da avenida Reforma, uma das principais da capital, também evacuaram seus quartos aterrorizados, segundo imagens da televisão.

    A Cidade do México foi devastada por terremotos que ocorreram em setembro de 1985, que deixaram mais de 10.000 mortos.

    *Com informações do R7

    Leia mais:

    Brasil enviará missão humanitária ao Haiti

    Número de mortos em terremoto no Haiti chega a 724

    Terremoto no Haiti fez mais de 300 mortos e 1,8 mil feridos