Fonte: OpenWeather

    Venceu o jogo


    Gleici é a campeã do Big Brother Brasil 2018

    Gleici Damasceno, do estado do Acre, venceu jogo e faturou um milhão e quinhentos mil reais

    Acriana foi a escolhida pelo público para faturar o prêmio milionário | Foto: Reprodução/Instagram

    Rio de Janeiro - A estudante de psicologia Gleici Damasceno, de 23 anos, é a grande vencedora do Big Brother Brasil 2018. A acriana foi escolhida pelo público brasileiro para levar o prêmio de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais). Após 84 dias de confinamento, a 18ª edição do reality chegou ao fim com os finalistas Gleici Damasceno, Kaysar Dadour e Família Lima.

    Os finalistas enfrentaram vários paredões e ganharam a simpatia do público em diversos momentos do programa. Entretanto, conforme pesquisas de opinião, a final estava acirrada entre a acriana e o sírio Kaysar, que também era um dos mais cotados para o prêmio final e levou R$ 150 mil. A família Lima foi a terceira colocada na votação e levou R$ 50 mil.

    História 

    Gleici Damasceno é a primeira acriana a participar de uma edição do Big Brother Brasil. Moradora do bairro Boa União, periferia de Rio Branco, capital do Acre, a sister tem uma história de superação.

    Gleici foi a primeira pessoa da família a concluir o Ensino Médio. Irmã do meio de três irmãos, Gleici mora em uma pequena casa com a família e divide a cama com o irmão mais velho. O pai de Gleici era dependente químico e foi assassinado em 2015 por traficantes dentro de casa. A irmã mais nova testemunhou tudo.

    A mãe de Gleici, Vanuzia Damasceno, foi vítima de violência doméstica e se divorciou quando Gleici tinha apenas seis anos de idade. No mesmo ano, sua mãe foi diagnosticada com câncer de útero e precisou abandonar o emprego. Na infância, Gleici cuidou dos irmãos, enquanto a mãe trabalhou como empregada doméstica.

    Ao entrar para o Big Brother, Gleici foi exonerada do cargo que ocupava na Assessoria de Juventude do Governo do Estado do Acre. A renda de R$2.700 era a única renda da família. Sem o salário, a família da acriana passou a viver de doações dos vizinhos. O prêmio de um milhão e quinhentos  mil reais vai mudar radicalmente a vida da sister.

    Leia mais:

    Manaus tem 1º caso de meningite em 2018, vítima está na UTI

    5 pessoas são presas pela polícia após tiroteio no bairro Mutirão

    19 de abril: Mesmo com avanços, índios ainda lutam por direitos