Fonte: OpenWeather

    Miss


    Top20 do mundo, Miss Brasil Mayra Dias tem recepção calorosa em Manaus

    A miss deve permanecer em Manaus até a metade do mês de janeiro. Neste sábado, Mayra visita as vítimas do incêndio no Educandos

    No Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Mayra foi recebida com uma calorosa saudação feito pelos fãs e pela família
    No Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Mayra foi recebida com uma calorosa saudação feito pelos fãs e pela família | Foto: Lucas Vitor Sena


    Manaus - Depois de uma jornada triunfante no Miss Universo, onde ficou no top 20 das mulheres mais belas do mundo, a Miss Amazonas e Miss Brasil 2018, Mayra Dias, retornou a Manaus na tarde desta sexta-feira (21).

    No Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Mayra foi recebida com uma calorosa saudação feito pelos fãs e pela família. A miss deve permanecer em Manaus até a metade do mês de janeiro, quando retorna a São Paulo para os compromissos do reinado.

    Além de ter vindo passar as festas de fim de ano com a família, Mayra Dias visita neste sábado (22) a Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Educandos, Zona Sul de Manaus. O local está sendo usado como abrigo para as vítimas do incêndio que aconteceu na última segunda-feira (17), no Educandos.

    Mayra veio passar as festas de fim de ano com a família e vai visitar as vítimas do incêndio
    Mayra veio passar as festas de fim de ano com a família e vai visitar as vítimas do incêndio | Foto: Lucas Vitor Sena


    "Quando eu cheguei no Brasil, fiquei sabendo imediatamente do incêndio e de tudo o que aconteceu. Como eu estava longe, não tinha como deixar as minhas doações, mas agora que cheguei, vou visitar a Paróquia, conversar com as pessoas e deixar a minha doação", disse.

    Trajetória no Miss Universo 

    No último domingo (16), Mayra, que nasceu em Itacoatiara e passou a infância em Nova Olinda do Norte, ficou no Top 20 do Miss Universo, realizado em Bangkok, capital da Tailândia. 

    A bela foi a segunda amazonense a chegar ao Miss Universo: a primeira foi Terezinha Morango, em 1957, quando ficou em segundo lugar. Mesmo não tendo ficado com a coroa de rainha, Mayra foi aclamada pelo desfile com o traje típico, confeccionado pelo artista Helerson Maia, de Parintins, e contou com uma campanha pesada nas redes sociais, com a hashtag #Mayravilhosa.

    Mayra ficou no top 20 do Miss Universo 2018
    Mayra ficou no top 20 do Miss Universo 2018 | Foto: Lucas Vitor Sena


    "Foi uma experiência incrível para mim! A edição desse ano era muito concorrida. Conheci 94 meninas lindas, todas diferentes e com culturas diferentes. É uma experiência que, com certeza, vai ficar guardada no meu coração", diz a modelo, que também é jornalista e pós-graduada em Mídias Digitais. 

    Se em Manaus Mayra foi confundida com a Miss Venezuela, Sthefany Oriente, na Tailândia já foi diferente.

    "Acho que houve uma 'confusão' por causa dos nossos cabelos. A Miss Panamá também tinha cabelo liso, mas não ficou nenhuma confusão, porque cada uma tinha a sua beleza distinta", contou a Miss.

    Mayra também deixou um recado para as jovens amazonenses que se inspiram nela: "tudo é possível".

    "Não desistam dos seus sonhos. Hoje toda menina pode ser uma miss. Basta querer, se dedicar e batalhar por esse sonho porque também não é fácil. Mas com fé, vocês também podem conseguir", finalizou.

    Leia mais

    Mayra Dias perde o Miss Universo 2018,mas leva discurso de preservação

    Semelhança latina: população confunde Miss Brasil com Miss Venezuela

    Das ruas de Nova Olinda à Tailândia: conheça a história de Mayra Dias