Fonte: OpenWeather

    Cultura


    Mudanças no calendário do Cláudio Santoro

     
    Com previsão para iniciar as aulas na primeira semana de março, o Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro (Laocs) passará por uma mudança no seu calendário. Segundo o secretário de Cultura do Estado, Robério Braga, durante o período da Copa do Mundo, sambódromo – local onde são ministradas boa parte das aulas – servirá de apoio para o evento. “Estamos realizando diversas reuniões juntamente com Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP) para vermos como ficará a situação”, diz. Porém, Braga adianta que o período de paralisação não afetará os alunos. “Manaus inteira estará paralisada com esse evento. Então, não haverá uma mudança drástica tanto no conteúdo quanto no tempo determinado para a realização das atividades”, explica. Segundo informações da assessoria da UGP-Copa, o sambódromo servirá como mídia center e broadcast da própria Fifa. Somente os dois primeiros blocos. A informação também é confirmada pela diretora do Laocs, Cristiana Brandão.  “A UGP-Copa tem tido uma sensibilidade  grande conosco e isso nos deixa bastante satisfeitos com reconhecimento de que nosso trabalho é importante. Eles estão sendo parceiros e devemos ficar sem atividades somente no período dos jogos, onde o sambódromo será entregue para a Fifa”, completando que “a cidade irá respirar Copa”. “Então nesse período, temos como fazer reposição de aula sem afetar onosso calendário”. Ainda sobre a Copa em Manaus, Cristiana não descarta a expectativa de ver os alunos do liceu participando da abertura dos jogos. “Esse evento é totalmente definido pela Fifa. Portanto, ainda não sabemos como isso ficará, mas é claro que existe sim, um interesse em ver nossos alunos participando. Não apenas nós da administração, mas também por parte dos alunos. Aliás, eles são bastante “exibidos” e, certamente, iriam adorar fazer parte deste momento histórico”, brinca. Enquanto as aulas não começam, o liceu está passando por um momento de renovação de matrículas dos antigos alunos. Após esse período é que serão divulgadas as vagas disponíveis e suas quantidades para os novatos. “Provavelmente ainda antes do Carnaval nós abriremos esse processo de matrículas que abrangem música, teatro, dança e artes visuais”, conta. Atualmente o Laocs conta com 3 mil alunos na unidade do sambódromo, mais 1.500 na unidade Cachoeirinha, mais 1.200 nos centros de convivência Magdalena Daou e Pe. Pedro Vignola, cada, e 700 no Centro de Convivência do Idoso. “Inclusive realizamos nesta última semana as audições do coral infantil. Hoje em dia, as famílias nos procuram querendo colocar seus filhos para fazer parte desse coro e o mais legal disso, é que podemos dar continuidade nesse trabalho com o coral juvenil, sem perder ninguém”. Parintins Inaugurada no ano passado, a unidade Parintins tem deixado Cristiana surpresa. “A resposta da cidade tem sido fantástica. A valorização que a comunidade está dando ao nosso trabalho é de emocionar. Ainda nesta semana recebi um telefone da Andressa Oliveira, diretora de lá, falando sobre os meninos que começaram recentemente tocando violão e já vão participar da gravação do DVD do Caprichoso”, destacando a turma do baby class e sua quantidade de meninos participando. “Em Manaus, ainda existe um certo preconceito por parte das famílias em colocar seus filhos para fazer o balé e, em Parintins, como a dança é muito forte, esse preconceito fica de lado, é esquecido. Muito em breve teremos uma boa safra de novos bailarinos vindos diretamente do interior”, comenta.