Fonte: OpenWeather

    Caso Wallace


    'Bandidos na TV': série sobre Wallace Souza estreia na Netflix

    A série conta história de Wallace Souza, acusado de ordenar assassinatos para exibir no programa policial "Canal Livre". Wallace morreu em 2010

    Wallace morreu em 2010 | Foto: Divulgação

    Manaus - A Netflix lançou nesta sexta-feira (31), a série 'Bandidos na TV' (Killer Ratings), documentário que conta a história do ex-deputado estadual e apresentador do programa Canal Livre, Wallace Souza. Ele é acusado de ordenar assassinatos para exibir no programa policial. Com direção do britânico Daniel Bogado, a série tem sete episódios.

    O primeiro capítulo da série conta a trajetória do político na capital amazonense. A série traz depoimentos de familiares, jornalistas, políticos e policiais do "Caso Wallace".

    Quem foi Wallace Souza

    Wallace Souza foi apresentador do Canal Livre, programa de TV transmitido por 10 anos em Manaus. Abordava principalmente crimes, como assassinatos e tráfico de drogas. Durante o período, foi eleito deputado estadual pelo Partido Progressista (PP) do Amazonas.

    A série "Bandidos na TV" tem sete episódios
    A série "Bandidos na TV" tem sete episódios | Foto: Divulgação

    Em 2008, surgiram suspeitas de que Wallace Souza tinha envolvimento com o crime que dizia combater. "Moa", como era conhecido o ex-policial militar Moacir Jorge Pereira da Costa, denunciou a existência de uma quadrilha comandada por Souza e seu filho, Raphael.

    A gangue estaria envolvida na morte de traficantes e, segundo testemunhas, Souza encomendava alguns assassinatos para aumentar a audiência do programa. 

    Cassado e preso em outubro de 2009, Wallace passou a sofrer graves complicações no sistema digestivo e após uma parada cardíaca morreu no dia 27 de julho de 2010.

    Trailer da série 'Bandidos na TV' sobre o caso "Wallace Souza" | Autor: Netflix
     

    Leia mais: 

    'Bandidos na TV': Netflix divulga trailer sobre o 'Caso Wallace'

    Juíza determina que PMAM afaste policiais condenados no "Caso Wallace"

    'Irmãos Souza' vão recorrer à condenação: 'Julgar um inocente é fácil'