Fonte: OpenWeather

    Lançamento


    Obra sobre mercado Adolpho Lisboa é lançado nesta quarta-feira (25)

    O lançamento faz parte da programação da 13ª Primavera dos Museus, que integra o circuito nacional de atividades do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram)

    O lançamento está previsto para as 17h, no Instituto Amazônia, situado na rua Bernardo Ramos, 145, Centro de Manaus | Foto: Divulgação/Manauscult

    Reverenciando a história e a arquitetura de um dos principais cartões-postais da cidade de Manaus, o livro “Mercado Adolpho Lisboa – História e Arquitetura”, de Otoni Mesquita, será lançado nesta quarta-feira (25), como parte da programação da 13ª Primavera dos Museus, realizada pela Prefeitura de Manaus, e que integra o circuito nacional de atividades do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), de 23 a 27 de setembro.

    O lançamento está previsto para as 17h, no Instituto Amazônia, situado na rua Bernardo Ramos, 145, Centro. Durante o evento, aproximadamente 100 exemplares serão distribuídos gratuitamente para o público presente.

    “Além de ser uma obra de importância histórica e cultural para a cidade, o nosso mercadão é também a primeira grande obra que entregamos, ainda no primeiro ano de gestão, dentro do projeto de revitalização do Centro Histórico de Manaus. Portanto, ter isso documentado por um renomado pesquisador da cidade, como o Otoni Mesquita, é manter a história de Manaus preservada, viva para as gerações presentes e futuras”, disse o prefeito Arthur Virgílio Neto.

    De acordo com o autor do livro, o professor, historiador, jornalista e artista Otoni Mesquita, a obra é resultado de publicações de sua autoria produzidas durante o mestrado em História e Crítica da Arte, pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e no doutorado em História, pela Universidade Federal Fluminense (UFF), como “Manaus: História e Arquitetura – 1850/1915” e “Manaus: uma cidade entre dois tempos – 1890/1910”.

    “Para esse livro, eu aprofundei mais a pesquisa da história do mercado, que, mesmo na crise, com o desenvolvimento da Zona Franca, abertura de supermercados em bairros, se manteve com uma animação intensa, com grande diversidade de produtos regionais, um ponto de referência de compra e comercialização de vários artigos, desde alimentícios a turísticos. Hoje, há uma circulação mais suave, voltada para o turismo, mas sua importância sempre se manterá viva na história da cidade”, destacou Otoni.

    O livro retrata a história da cidade pelo ponto de vista material, enaltecendo a evolução da civilização amazonense. Vale destacar que o Mercado Municipal Adolpho Lisboa foi revitalizado em tempo recorde, em oito meses, e entregue pelo prefeito Arthur Virgílio Neto em 2013.

    Autor

    O professor e historiador Otoni Mesquita é o autor do livro
    O professor e historiador Otoni Mesquita é o autor do livro | Foto: Divulgação/Manauscult

    Além das atividadesacadêmicas, o amazonense Otoni Mesquita atua, ainda, como artista plástico, desde 1975, desenvolvendo obras em variados suportes, gêneros e materiais, além de predileções por literatura, música, cinema e fotografia.

    Mesa redonda

    Antes do lançamento do livro, das 15h às 17h, o Instituto Amazônia também vai receber a mesa redonda “O processo de implantação do Museu da Cidade de Manaus”, que vai abordar o processo de implantação do museu desde sua criação até a reforma e reinauguração. Participam do evento, o diretor de Cultura da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Márcio Braz, e as arquitetas Ana Lúcia Abrahim e Alcilânia Lima. As inscrições podem ser feitas gratuitamente pelo formulário on-line disponível no link bit.ly/mesa-museudacidade.

    Primavera dos Museus

    Realizada anualmente, a Primavera dos Museus tem o objetivo de promover, divulgar e valorizar os museus brasileiros, além de aumentar o público visitante e intensificar a relação dos museus com a sociedade. Este ano, o evento tem como tema “Museus por dentro, por dentro dos museus”, e conta com atividades realizadas por todo o país.

    Em Manaus, o Museu da Cidade faz parte da programação e conta com visitas guiadas no horário de funcionamento normal, de terça a domingo, das 9h às 17h (última entrada as 16h20).

    *Com informações da assessoria