Fonte: OpenWeather

    Festival


    Drake é a principal atração do primeiro dia do Rock in Rio 2019

    O festival começa nesta sexta-feira (27) e termina no dia 6 de outubro. Foo Fighters, Bon Jovi, Red Hot Chili Peppers, Iron Maiden, Pink, Muse e Imagine Dragons são alguns dos artistas internacionais escalados

    É a primeira vez que Drake canta no Brasil | Foto: Divulgação

    Com a promessa de embalar uma festa sem fim e com o maior número de atrações da sua história, o Rock in Rio começa, nesta sexta-feira (27), sua 20ª edição, em sua casa original: o Rio de Janeiro. O festival acontece até o dia 6 de outubro, com três dias de intervalo entre a primeira e a segunda leva de shows.

    Pela primeira vez no Brasil, Drake é a atração principal do primeiro dia. O rapper canadense vem colecionando recordes no streaming nos últimos anos. A aposta do rap é inédita para o Rock in Rio.

    No auge da carreira, Drake foi apontado como o artista mais ouvido de 2018, segundo ranking divulgado pelo Spotify. No mesmo ano, ultrapassou a marca de 50 bilhões de streamings, se tornando o primeiro artista a alcançar o feito. Entretanto, pode ser dito que a maior conquista de Drake tenha sido a concretização do hip hop como gênero pop, cada vez mais presentes em grandes festivais ao redor do planeta.

    Drake foi apontado como o artista mais ouvido de 2018
    Drake foi apontado como o artista mais ouvido de 2018 | Foto: Divulgação

    Com a maior Cidade do Rock da história, em 385 mil m² no Parque Olímpico, e ingressos ainda disponíveis para quatro dos sete dias, o festival reúne grandes nomes da música.

    Alguns encontros do palco Sunset prometem bons momentos e palcos menores, espalhados pelo festival, passam a receber atenção, com curadorias mais atentas. A expectativa é vender todos os ingressos e receber 700 mil pessoas.

    Além de Drake, Foo Fighters, Bon Jovi, Red Hot Chili Peppers, Iron Maiden, Pink, Muse e Imagine Dragons são alguns dos artistas internacionais escalados. Entre os brasileiros, Anitta e Alok estreiam como atrações do Palco Mundo do festival.

    O Palco Sunset também recebe nomes internacionais como Seal, Whitesnake, Jessie J, Slayer, Charlie Puth e King Crimson e nomes de peso da cena nacional como Iza e Alcione, Mano Brown, Titãs, Elza Soares e outros.

    O festival acontece até o dia 6 de outubro
    O festival acontece até o dia 6 de outubro | Foto: Divulgação

    Há ainda várias atrações espalhadas por outros palcos que vão garantir 14 horas de música por dia na Cidade do Rock. A programação completa está disponível no site oficial e também no aplicativo do Rock in Rio.

    Para a vice-presidente do Rock in Rio, Roberta Medina, a Cidade do Rock parece menor, apesar dos 60 mil m² a mais do que na última edição. “São 17 palcos, teremos muita coisa acontecendo”, disse ao ‘Estado’, na semana dos preparativos finais de abastecimento do local. Quem vier tem de organizar bem a agenda”, sugere. Um aplicativo oficial oferece a possibilidade de maneira interativa.

    Novos espaços do Rock in Rio 2019

    São seis novos espaços, com programações variadas e shows exclusivos, no Rock in Rio 2019: Espaço Favela, Supernova, New Dance Order, Fuerza Bruta, NAVE e Rota 85.

     No ano passado, o rapper ultrapassou a marca de 50 bilhões de streamings,
    No ano passado, o rapper ultrapassou a marca de 50 bilhões de streamings, | Foto: Divulgação

    O Espaço Favela contará com mais de 30 apresentações de música, dança e outras manifestações culturais. Empreendedores de algumas favelas, selecionados por uma parceria com o Sebrae, também estarão ali comercializando trabalhos de gastronomia, serviços e outros.

    Entre as atrações anunciadas, estão o rapper carioca BK, a Orquestra Maré do Amanhã e a festa Heavy Baile com Tati Quebra Barraco e MC Carol. Segundo o diretor artístico do espaço, Zé Ricardo, a curadoria buscou artistas pelo talento, sem nenhum tipo de assistencialismo ou paternalismo.

    A intenção foi revelar nomes que estão prontos para serem absorvidos pelo mercado. “Vamos apresentar novos artistas e alguns já muito conhecidos oriundos de favela que tem essa ligação com o lugar que residem, que estão ganhando espaço e já tem seu público e redes sociais muito fortes”, disse.