Fonte: OpenWeather

    Cinema


    Perturbador e extraordinário: Coringa estreia nas telonas

    Longa apresenta o maior rival do Batman em seu universo próprio e sob um clima mais pesado em relação aos outros filmes

    O longa estreia nesta quinta-feira (3) em todos os cinemas de Manaus | Foto: Divulgação

    Manaus - O filme que levou o “Leão de Ouro” no Festival de Veneza traz para as telas do cinema a história da origem de um dos vilões mais conhecidos da DC Comics. Coringa estreia nesta quinta-feira (3), nos cinemas do Brasil. Inspirado nos quadrinhos, o longa apresenta o maior rival do Batman em seu universo próprio e sob um clima mais pesado em relação aos outros filmes.

    Dirigido por Todd Phillips, e estrelado pelo grande Joaquin Phoenix, o filme conta a história do comediante falido Arthur Fleck, que após encontrar violentos bandidos pelas ruas de Gotham City, desconsiderado pela sociedade, começa a enlouquecer e se transforma no criminoso conhecido como Coringa.

    O personagem é vivido pelo grande ator Joaquin Phoenix
    O personagem é vivido pelo grande ator Joaquin Phoenix | Foto: Divulgação

    Segundo a estudante e crítica de cinema, Rebeca Almeida, não é de hoje que a DC Comics juntamente com a produtora Warner Bros vem abordando em suas adaptações para o cinema, super-heróis e violões com histórias densas e complexas. 

    “Tivemos esse ano uma grande estreia de filme de super-heróis. O filme dos Vingadores: Ultimato foi sucesso de bilheteria. Nós entendemos que os filmes desse gênero cresceram por conta da Marvel. Em contrapartida, temos a DC Comics, que está apostando em dar segmento de filmes mais violentos, com classificação indicativa maior que as da empresa rival, por exemplo. Muitos afirmam que a DC aborda historias mais sombrias do que a Marvel, apesar de que nos quadrinhos, ao meu ver, ambas possuem personagens igualmente densos e violentos”, comentou a crítica.

    Extrema violência

    Na última semana, o filme foi alvo de várias polêmicas, com um grupo de vítimas do massacre que aconteceu no dia 20 de julho de 2012, em que um atirador de 24 anos, usando uma máscara de gás, abriu fogo durante uma sessão do filme “Batman: O cavaleiro das trevas ressurge”, The Dark Knight Rises, na cidade de Aurora, Colorado, nos Estados Unidos. 

    A sessão do filme 'Batman: cavaleiro das trevas ressurge' foi palco de um atentado em 2012 nos EUA
    A sessão do filme 'Batman: cavaleiro das trevas ressurge' foi palco de um atentado em 2012 nos EUA | Foto: Divulgação

    Antes de fazer inúmeros disparos, o homem lançou uma bomba de gás contra a plateia. Ao todo, 12 pessoas morreram e 70 ficaram feridas. Os parentes das vítimas emitiram um alerta, alegando que o filme do vilão poderia incentivar atos de violência no público que for assistir.

    Em resposta, a Warner Bros publicou um comunicado tranquilizando os fãs, afirmando que a produção não faz apologia à violência gratuita, tão pouco vangloria o comportamento do personagem dos quadrinhos. Ainda assim, como um ato de precação, algumas redes norte-americanas de cinema decidiram ampliar a segurança de suas salas, durante o fim de semana de estreia do longa.

    O filme conta a história de como Arthur Fleck se torna o maior vilão do Batman
    O filme conta a história de como Arthur Fleck se torna o maior vilão do Batman | Foto: Divulgação

    “Todo filme deve ser visto com certo cuidado. Existem filmes que não têm nenhum tipo de violência, porém eles não abordam da forma certa. Podemos ver em várias produções audiovisuais que abordam temas como violência contra mulher, bulimia e suicídio de forma superficial”, comentou Rebeca.

    A 'carta na manga'

    Joaquin Phoenix, escolhido a dedo pelo diretor do longa, pode ser um dos cotados a concorrer na categoria de melhor ator no Oscar este ano. O ator que já viveu vários personagens diferentes um do outro, possui uma grande história de vida.

    O ator segue cotado para concorrer ao Oscar melhor ator
    O ator segue cotado para concorrer ao Oscar melhor ator | Foto: Divulgação

    Phoenix já atuou em filmes que abordam a superação de relacionamentos acabados e solidão, como o filme que venceu o Oscar de melhor roteiro em 2013, “Her”, em filmes onde representa um veterano de guerra ganha a vida resgatando mulheres presas em cativeiros, inserido em várias situações de violência e pequenos delírios psicológicos, no filme “Você Nunca Esteve Realmente Aqui” de 2017.

    O filme do Coringa, da DC, tem ainda Robert De Niro, Zazie Beetz (Atlanta), Bill Camp (Operação Red Sparrow, A Grande Jogada), Frances Conroy (American Horror Story, Castle Rock), Brett Cullen (42, Narcos), Glenn Fleshler (Billions, Barry), Douglas Hodge (Operação Red Sparrow, Penny Dreadful), Marc Maron (Maron, GLOW), Josh Pais (Motherless Brooklyn, Going in Style), e Shea Whigham (O Primeiro Homem, Kong: A Ilha da Caveira).