Leitura


Prefeitura inicia arrecadação para Feira de Livros de Manaus

Objetivo é dobrar o número de livros arrecadados em 2019, que foi mais de 18 mil títulos

Feira acontecerá em abril no Parque dos Bilhares | Foto: Divulgação

Feira acontecerá em abril no Parque dos Bilhares
Feira acontecerá em abril no Parque dos Bilhares | Foto: Divulgação

Manaus - A Prefeitura de Manaus inicia nesta segunda-feira (13), a campanha de arrecadação de livros usados e em bom estado para a sexta edição da Feira de Livros de Manaus, realizada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e o Fundo Manaus Solidária. O objetivo é dobrar o número de exemplares arrecadados em 2019, quando foram coletados e distribuídos 18.205 títulos. 

Madrinha do evento, a presidente do Fundo Manaus Solidária, primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, destacou o valor social da feira. “Muito orgulho de ser, pelo terceiro ano seguido, madrinha desse projeto que educa pelo acesso aos livros e pela sustentabilidade que proporciona. É um ganho que não pode ser medido em números somente, apesar de desejarmos que possamos bater o recorde do ano passado”, disse, acrescentando o alinhamento à gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto de incentivo à educação e valorização ambiental.

Primeira-dama Elizabeth Valeiko é madrinha da feira
Primeira-dama Elizabeth Valeiko é madrinha da feira | Foto: Divulgação

A feira acontecerá em abril no Parque Municipal Ponte dos Bilhares, zona Centro-Sul, e reunirá os volumes coletados por meio de doações feitas pela população nos cinco pontos de arrecadação: nas sedes da Semmas (rua Rubídio, 288, Vila da Prata) e do Fundo Manaus Solidária (Compensa), nos parques dos Bilhares (Chapada) e Lagoa Senador Arthur Virgílio Filho (Japiim) e no Núcleo de Apoio aos Profissionais de Educação (Naped), da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas.

O secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, explica que a feira representa muito para quem precisa ter acesso a publicações e não tem condições de adquirir livros novos. “Trabalhamos com as vertentes social e ambiental na feira, cujas marcas são a sustentabilidade e a solidariedade”, ressaltou.

Livros serão coletados em pontos de arrecadação pela cidade
Livros serão coletados em pontos de arrecadação pela cidade | Foto: Divulgação

A feira já se tornou referência para a cidade, com a participação efetiva de grupos organizados e empenhados na tarefa de coletar e compartilhar livros. Um deles é o Grupo de Escoteiros da Chapada, que desde o ano passado vem realizando atividades visando arrecadar livros que serão destinados à feira. O grupo é parceiro da Prefeitura de Manaus em iniciativas de cunho ambiental. Os jovens escoteiros atuam em projetos próprios e nos desenvolvidos pela Semmas. A coleta de livros é feita no Conjunto Tocantins por meio do projeto “Mensageiros da Paz”. Juntos, já conseguiram arrecadar 3 mil livros.

O gestor do parque, Diego Pacheco, ressalta que no decorrer da campanha novos postos de coleta poderão ser criados, conforme a demanda de doações. “O importante é termos a participação da sociedade, seja doando, seja prestigiando a feira, no Parque Ponte dos Bilhares, que contará também com atrações culturais e feira gastronômica”, afirmou.

*Com informações da assessoria