Fonte: OpenWeather

    Carnaval


    ‘É O Tchan’ comanda o ‘Bloco 40º de Amor’ em Manaus

    Sucesso absoluto na década de 90, o grupo se reinventa a cada ano e mantém viva na memória do público suas coreografias. Compadre Washington e Beto Jamaica prometem muita agitação

    A dupla se apresenta no próximo dia 25 de janeiro no Podium da Arena da Amazônia
    A dupla se apresenta no próximo dia 25 de janeiro no Podium da Arena da Amazônia | Foto: Divulgação

    Manaus - Considerado um dos maiores grupos musicais baianos, o “É O Tchan”, que embalou a geração dos anos 90 e início dos anos 2000, aterrissa na capital amazonense no próximo dia 25 de janeiro e comanda o "Bloco 40º de Amor", no Podium da Arena da Amazônia, localizada na avenida Constantino Nery, bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus.

    A festa que possui o tema ‘Bem-vindo a Salvador’ promete agitar o palco ao lado da Arena por aproximadamente 10 horas de música. Além do grupo baiano, as bandas 40 Graus e Marrakesh, os cantores Uendel Pinheiro e George Japa, a dupla João Victor e Rodrigo e os DJs John e May Seven compõem a line-up do festival.

    A dupla lançou, na última quarta-feira, o videoclipe da música “Teimosinha”, no canal oficial do Youtube. O single promete ser o hit no carnaval 2020. A canção é uma composição de Matheus Kennedy, Kartlove, Rodrigo Martins e Ed. Nobre. “É uma música swingueira, pra cima mesmo. Já cantamos em alguns shows e a resposta do público foi incrível. É mais um sucesso para a história do Tchan”, contam Beto Jamaica e Compadre Washington.

    Em entrevista ao Portal EM TEMPO, Compadre Washington e Beto Jamaica contaram um pouco sobre a carreira, projetos do Carnaval e a expectativa para o retorno àa capital amazonense.

    Compadre Washington e Beto Jamaica prometem muita agitação
    Compadre Washington e Beto Jamaica prometem muita agitação | Foto: Divulgação

    EM TEMPO – Com 25 anos de carreira, como vocês buscam inovar nas composições?

    É O TCHAN – Nós estamos completando 25 anos de carreira e, ainda assim, com tanto tempo de estrada, estamos sempre trabalhando para apresentar novidades ao nosso público que merece, né? Afinal de contas, é uma fidelidade incrível que eles têm. Acompanham o Tchan durante todos esses anos e permitem que a nossa música ultrapasse gerações. Então, somos sempre cuidadosos na seleção do repertório e buscamos contar com a colaboração dos melhores compositores do mercado. Agora mesmo lançamos a música Teimosinha, que é uma composição de Matheus Kennedy, Ed Nobre, Kartlove e Rodrigo Martins, e tem tudo para estourar no verão.

    EM TEMPO – Quais músicas não podem faltar em suas apresentações?

    É O TCHAN – Nossa, são tantas (risos). Mas podemos citar algumas como “Dança do Pôe Pôe”, “Melô do Tchan”, “Dança da Cordinha” e “Tomada”.

    EM TEMPO – O que o público pode esperar no videoclipe “Teimosinha”?

    É O TCHAN – O clipe nos faz lembrar dos históricos concursos para ser dançarina do Tchan. Quem não lembra das competições para escolher a nova loira e morena do Tchan? Quem assistir vai ter essa recordação em mente. O clipe também exalta a beleza feminina, porque, no final da história do clipe, nós escolhemos e aprovamos todas as candidatas da seleção, independentemente da cor, raça ou característica. Já foi lançado e está lá no nosso canal do Youtube para todo mundo conferir.

    EM TEMPO – Além do single “Teimosinha”, há outro projeto de Carnaval?

    É O TCHAN – O verão do Tchan promete e tem muita coisa boa vindo por aí. Aguardem!

    EM TEMPO – Quais são os planos futuros para 2020?

    É O TCHAN – É um ano especial, já que estamos comemorando 25 anos. Esperamos levar nosso show para todos os cantos do país comemorando esses anos de história.

    EM TEMPO – Vocês têm um enorme público de amazonenses que admira o trabalho do grupo desde 1990. Como vocês observam o carinho dos fãs do Amazonas?

    É O TCHAN – Ah, é muito gratificante. O povo do Amazonas tem uma energia especial que é vinda de uma região tão importante para o nosso país. A gente sente isso toda vez que pisa no estado e, desta vez, não será diferente. Preparem-se porque estamos com saudades!

    Acesso

    Os interessados em participar da folia podem adquirir os ingressos nos postos de venda física: lojas Arco-Íris (Manauara Shopping, Amazonas Shopping e Centro), Cases Finos (Parque 10) e Açaizeiro (Vieiralves); e online pelo site www.ingressosfly.com.

    Compadre Washington
    Compadre Washington | Foto: Divulgação

    Fãs

    O grupo, que este ano completa 25 anos de carreira, emocionou e ainda emociona a vida de muitos amazonenses. Letícia Ramos tem uma história inusitada com o grupo baiano. A mãe dela, dona Lourdes, fã do Tchan na década de 90, estava grávida da jovem quando esteve no último show da banda realizado na capital amazonense, logo após a entrada da dançarina Sheila Mello, que substituiu Carla Perez. “O mais legal é que meu pai estava com ela na época e, agora, vai me acompanhar no 40° de Amor”, contou.

    A supervisora educacional, Geisa Castro, 36, disse que a vinda do grupo, além de fortalecer o Carnaval da cidade, vai trazer boas recordações ao seu grupo de amigos. “Somos bem uns 10 na minha turma. Todos da ‘geração tchan’ e seria uma loucura ficarmos de fora disso. As dores nas costas e joelhos já chegaram, mas nada vai impedir que a gente dance tudo como nos velhos tempos”, disse.

    A festa também vai contar com a turma que vem do interior do Amazonas. A bióloga Karla Campos, 34, reuniu a turma e, juntos, alugaram uma van para sair de Manacapuru. “Acho que todo mundo que curtiu o Tchan no auge está ansioso para ouvir os sucessos do grupo. Qualquer festinha de família, até hoje, tem que rolar um ‘Dança do Bumbum’ ou ‘Bambotchan’, né? Imagina poder dançar com os caras cantando ali, bem de pertinho”, falou.