Fonte: OpenWeather

    Homenagem


    Espetáculo faz homenagem a Tom Jobim nesta sexta (31), em Manaus

    O evento acontece, às 19h, no palco do Centro Cultural Usina Chaminé, no Centro de Manaus

    'Garota de Ipanema' e 'Águas de Março' fazem parte do repertório do espetáculo
    'Garota de Ipanema' e 'Águas de Março' fazem parte do repertório do espetáculo | Foto: Thays Auzier

    Manaus - Responsável por ser um dos propulsores da Música Popular Brasileira (MPB), o cantor e compositor Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim, o Tom Jobim – é tema de espetáculo nesta sexta-feira (31), no Centro Cultural Usina Chaminé, localizado na avenida Lourenço da Silva Braga, no Centro Histórico de Manaus.

    Espetáculo contemplado no Edital Amazonas Cênico 2019, sob o título “É de Bom Tom”, traz as canções de Tom Jobim com performances técnicas de danças urbanas e contemporâneas, com um diálogo entre as mesmas, e se aprofunda na interpretação que ambas podem oferecer.

    O carioca Tom Jobim, nascido em 1927 na Barra da Tijuca (RJ), foi compositor, maestro, pianista, cantor, arranjador e violinista brasileiro. É considerado um dos principais criadores e expoentes que fortaleceu o movimento da Bossa Nova.

    Tom Jobim foi um dos criadores e expoentes da MPB e Bossa Nova
    Tom Jobim foi um dos criadores e expoentes da MPB e Bossa Nova | Foto: Divulgação

    Quando ainda vivo, Tom Jobim compôs grandes canções que se imortalizaram tornando-se clássicos da MPB. Canções que, ao lado do brilhante e inseparável Vinícius de Moraes, foram temas de diversas produções audiovisuais brasileiras, como: “Garota de Ipanema”, “Águas de Março”, “Chega de Saudade”, “Eu sei que vou te amar”.

    O diretor do espetáculo, Salomão Carvalho, conversou com o Portal EM TEMPO e, durante a entrevista, contou sobre o processo de composição da obra e da importância que é adaptar as canções “em grande Tom”.

    O evento tem o acesso gratuito para todo o público
    O evento tem o acesso gratuito para todo o público | Foto: Thays Auzier

    EM TEMPO – Como surgiu a idealização do projeto? Por que Tom Jobim?

    Salomão Carvalho – O projeto foi idealizado por mim. A ideia surgiu no final de 2016 como uma crítica ao que se tem como referências atuais de musicalidade no Brasil. Tom Jobim foi o marco da MPB. Resolvemos realizar um espetáculo com o intuito de celebrar o grande compositor. A estreia oficial aconteceu no Festival Amazonas de Dança de 2017 e estivemos em cartaz com ele até 2018. No ano de 2019, mandamos a proposta para o Edital Amazonas Cênico e conseguimos a aprovação. Ficamos muito felizes em poder recontar esta obra.

    EM TEMPO – Como foi realizada a produção do espetáculo?

    SC – Eu trabalho com dança contemporânea, mas os meus bailarinos são, em maioria, de vertentes das danças urbanas. Resolvi fazer algo diferente, então passava sequências coreográficas e fazíamos laboratórios para adaptações para danças urbanas. Em outros, eu apenas fazia laboratórios de movimentação e eles me davam retorno os quais eu utilizava no processo.

    EM TEMPO – E como é feita a preparação de elenco?

    SC – Existimos como companhia desde 2008, então as pessoas que entram, por convite ou por interesse, já sabem as linguagens que trabalhamos, e, por conhecer o elenco, eu mesmo selecionei os artistas que euqueria na cena.

    O espetáculo é narrado pelas músicas do cantor e compositor carioca
    O espetáculo é narrado pelas músicas do cantor e compositor carioca | Foto: Thays Auzier

    EM TEMPO – Serão apresentadas algumas músicas do cantor? Quais que não podem ficar de fora?

    SC – Sim. O espetáculo é narrado pelas canções de Tom Jobim, eu organizei de modo que se pareça um conto. Posso citar aqui alguns sucessos, como “Garota de Ipanema”, “Wave”, “Chega de Saudade”, “Eu sei que vou te amar” e “Pela Luz dos Olhos Teus”.

    Dirigido por Salomão Carvalho, os artistas que compõem o elenco são: Junio Ayres, Lucas Nogueira, Denis Carvalho, Maria Eduarda Rocha, Jessica Makatt, Fabiane Lopes, Frank Cordovil, Lucas Alves, Gleice Kelly e Lucas Ramos.

    Serviço:

    O que: Espetáculo "É de Bom Tom"

    Quando: Sexta-feira (31)

    Horário: 19h

    Onde: Centro Cultural Usina Chaminé, localizado na avenida Lourenço da Silva Braga, no Centro Histórico de Manaus.

    Acesso: Gratuito.