Reconhecimento


Amazonense pode representar o Brasil em competição na Coréia

A Miss Brasil 2019 Juliana Malveira conta da felicidade em representar o país no exterior

A modelo amazonense tem como inspiração a atriz Juliana Paes | Foto: Brayan Riker

Manaus - A modelo amazonense Juliana Malveira, que conquistou o título de Miss Brasil 2019 pelo Sindicato Pró-Beleza, pode representar o país em competição internacional na Coréia do Sul.

Segundo a miss de apenas 22 anos, chegar a competição é um grande desafio, mas se sente honrada na possibilidade de poder representar não só o Amazonas, mas também o Brasil no exterior.

Juliana almeja também ingressar na atuação
Juliana almeja também ingressar na atuação | Foto: Brayan Riker

“Vai ser uma outra experiência. O fato de eu ter conquistado a coroa no meio de outras 26 mulheres com belezas únicas já é algo de se orgulhar. Agora vou estar diante de várias representantes de países diferentes, com belezas ainda mais diferentes. Eu quero aproveitar o máximo, quero adquirir o que eu puder de experiência. Dar o meu nome. Pois não vou estar apenas representando o Amazonas e sim o Brasil. O concurso vai acontecer só em maio na Coreia, até lá ainda tenho que correr para poder concretizar este sonho. Então estou tranquila, mas ansiosa por dentro. Os dias vão se aproximando e a expectativa só vai aumentando”, confessou a miss.

Juliana, que também conquistou o título de Miss Amazonas 2019 e foi vencedora em um programa de reality show regional no ano de 2017, conta que a principal motivação em seguir a carreira de modelo veio da mãe ainda quando criança.

Juliana Malveira e Cadu Barboza
Juliana Malveira e Cadu Barboza | Foto: Brayan Riker

“Tudo começou dentro de casa, com o apoio da família. A minha mãe foi a minha maior influenciadora. Desde pequena eu me lembro que eu ia brincar na rua e ela já estava arrumando meu cabelo. Minha mãe foi a pessoa que comprou minhas primeiras maquiagens. Ela sempre falava que queria que eu fosse uma artista, seja modelo ou atriz, pois queria me ver trabalhando com algo que me levasse para longe”, contou a amazonense.

Quando se trata de influências nas passarelas, a modelo afirma sem hesitar, que tem como influência a belíssima Giselle Bündchen. Entretanto, a jovem conta que busca inspiração o trabalho da atriz a quem compartilha o mesmo nome: Juliana Paes.

“Toda modela brasileira tem o trabalho da Giselle como inspiração. Ela conseguiu conquistar espaço e representar o nosso país lá no exterior. Mas além disso, como eu gosto muito de todas as vertentes artísticas que vão além das passarelas e fotografias. Eu admiro muito o trabalho da Juliana Paes. Eu olho para e ela e percebo a grande presença que ela faz em cena. As pessoas até brincam dizendo que somos muito parecidas”, ressaltou a modelo.

Com o título, Cadu busca dar visibilidade para esportes como rugby e futebol americano no Amazonas
Com o título, Cadu busca dar visibilidade para esportes como rugby e futebol americano no Amazonas | Foto: Brayan Riker

Do esporte para as passarelas

O esportista, fisiculturista e modelo Carlos Eduardo Barboza Rodrigues – o “Cadu Barbosa” – conta da gratidão em conquistar o título e mais uma competição. Além de ter conquistado a coroa de Mister Amazonas 2019 e Mister Manaus 2019. O amazonense também ganhou o prêmio de Best Body Mister Brasil 2019.

Ele também venceu a Copa Manaus de Fisiculturismo e Fitness. Com os títulos, o amazonense busca dar visibilidade para outras áreas que tem grande interesse: o rugby e o futebol americano

“Faço parte da equipe do GRUA e pela primeira vez um time do Amazonas conquistou a Copa Brasil Central de Rugby. Estou voltando para o futebol americano pois estava meio afastado. Com o título pretendo trazer mais visibilidade para estes esportes que existem aqui no nosso Estado, mas poucas pessoas conhecem. O GRUA por exemplo, existe desde 1995 e muitos nunca ouviram falar. Assim como o jogador Cristiano Ronaldo quando participa de campanhas publicitárias, jogador a quem admiro e serve de inspiração”, finalizou Cadu.