Fonte: OpenWeather

    Arte nas barrigas


    Pintura gestacional cai no gosto das futuras mães amazonenses

    As pinturas permitem o registro do período gestacional e caiu no gosto das futuras mamães

    Veja as artistas amazonense que eternizam a gravidez
    Veja as artistas amazonense que eternizam a gravidez | Foto: Leonardo Mota e Reprodução

    Manaus - A gestação é um período especial para todas as mães, principalmente aquelas que fazem de tudo para eternizar esse momento único. A amazonense Beatriz Praia, de 21 anos, transforma os barrigões das mamães em verdadeiras telas de arte. 

    A técnica iniciada pela parteira mexicana Naolí Vinaver em 1990, chama-se Belly Painting e inspirou o trabalho de Beatriz. Segundo a criadora, a ideia de fazer os desenhos começou na segunda gravidez, quando o filho mais velho gostava de desenhar na barriga dela (da forma como ele imaginava que seria o irmãozinho). Ela mesma passou a fazer os desenhos nas mulheres da família e levou a técnica para profissionais de diversos países.

    A amazonense Beatriz Praia pinta verdadeiras artes nas barrigas das grávidas
    A amazonense Beatriz Praia pinta verdadeiras artes nas barrigas das grávidas | Foto: Leonardo Mota

    Ao trabalhar com pinturas faciais nas festas infantis, Beatriz foi surpreendida por clientes que estavam em busca da pintura gestacional. A curiosidade sobre o trabalho e o interesse fez a amazonense trabalhar na hipótese de se lançar no mercado.

    De início, precisava de modelos, mas a irmã, Bruna Praia, grávida de 9 meses hoje é a modelo oficial para a divulgação do trabalho da artista. A maquiagem que dura de uma a duas horas para ser feita, pode ser a chave para aquele ensaio fotográfico antes do nascimento do tão esperado bebê. 

    "Comecei essa ideia quando fazia pintura facial infantil. As mães me perguntavam se eu fazia Pintura Gestacional e acabei me interessando por causa da procura. Eu não tive exatamente uma inspiração, mas tive oportunidades que me levaram a me profissionalizar com cursos e muito treino", relembra a artista. 

    A irmã da artista, Bruna Praia é a principal modelo na divulgação do trabalho
    A irmã da artista, Bruna Praia é a principal modelo na divulgação do trabalho | Foto: Leonardo Mota

    A maior curiosidade das mamães na hora de contratar é sobre os materiais usados. É importante que as tintas utilizadas sejam próprias para o tipo de pele. Beatriz explica quais utiliza. "Eu uso material próprio para a pele. Todos são hipoalergênicos, dentre eles Color Make e material de maquiagem social", 

    Os desenhos da artista são inspirados em desenhos animados e aquilo que a mãe deseja ver em forma de arte estampado na barriga. 

    Além de ser divertido e criativo, a pintura eterniza o momento da gestação
    Além de ser divertido e criativo, a pintura eterniza o momento da gestação | Foto: Leonardo Mota

    A posição do bebê

    De início, a pintura servia para a mamãe ver a posição do bebê dentro da barriga. Após a palpação de enfermeiras e obstetras, eles conseguem identificar a posição do bebê. O principal benefício da pintura gestacional é mostrar para a mulher como o bebê está dentro da barriga.

    A enfermeira e residente em enfermagem obstétrica da Universidade Federal do Amazonas-UFAM/HUGV/!EBSERH, Bruna Moraes, de 27 anos, faz esse tipo de pintura há um ano. 

    A pintura demonstra a posição do bebê na barriga da mãe
    A pintura demonstra a posição do bebê na barriga da mãe | Foto: Rudá Marques

    "Eu sempre tive o desejo de aprender a arte gestacional. Gosto muito de tudo o que envolve cores. Em 2019 fiz o curso para aprender técnicas e aperfeiçoar o trabalho, foi então que comecei a atuar e divulgar nas redes sociais. As clientes começaram a aparecer e aumentavam os pedidos", relembra Bruna.

    A especialista afirma que a pintura pode ser feita em qualquer período gestacional, porém o mais pedido são nas semanas que antecedem o parto. "Não há contraindicações. As gestantes gostam de fazer a partir de 35 semanas, quando a barriga está maior e mais evidente, mas não há empecilhos para fazer com menos semanas", afirma a enfermeira.

    A pintura permite a participação da família neste momento especial
    A pintura permite a participação da família neste momento especial | Foto: Aline Fidelix Fotografia

    Técnicas

    A palpação da especialista permite às grávidas terem noção de como o feto está posicionado. Bruna afirma que o trabalho permite dar asas à imaginação da mãe e da família, afinal o momento mais esperado está prestes a chegar.

    "Nós temos a habilidade de identificar a posição do bebê por palpitação uterina. A técnica é chamada de 'Palpação de Leopold', onde está o dorso do bebê e dependendo da posição, conseguimos fazer a pintura da posição. Para elas tem uma grande relevância porque conseguem imaginar como está o bebê dentro da barriga, geralmente é no final da gestação, cria relaxamento e as tranquilizam", relatou. 

    A técnica permite saber a posição do bebê
    A técnica permite saber a posição do bebê | Foto: Reprodução

    A pintura dura até o momento da lavagem, pois trata-se de material à base d'água, mas para quem deseja eternizar a pintura há outra opção, a enfermeira explica. "Elas ficam tão apegadas que não querem tirar logo a pintura, temos outra técnica para transferir a pintura da barriga para o tecido e elas guardarem de recordação", explicou. 

    Envolve a família em momento único 

    Durante a pintura gestacional é comum que a família da grávida participe. Se a mulher têm outros filhos há também a interação e proporciona um momento mágico de mãe, filho e família. "Quando vamos fazer a pintura todos querem está perto. Gostam de ver como o bebê se comporta dentro da barriga, porque com o estímulo ele mexe muito. Se a mãe já tem outros filhos, eles também querem participar da arte e tiram muitas fotos", acrescenta Moraes.

    As mamães interessadas podem entrar em contato com as artistas pelos números: (92) 8409 0418 (Beatriz Praia) e (92) 99202 2763 (Bruna Moraes).