Fonte: OpenWeather

    Carnaval 2020


    Amazonenses ganham concurso de Festival Nacional de Marchinhas

    A marchinha "É só no Zap Zap", composta por Mário Adolfo e Júnior Rodrigues, recebeu mais de 40% dos votos populares

    A marchinha concorreu com mais de 40 composições de todo o Brasil | Foto: Divulgação

    Manaus - Com aproximadamente a metade dos votos populares (42,12%), a marchinha de Carnaval “É só no Zap Zap”, composta pelos amazonenses Mário Adolfo e Júnior Rodrigues, foi a grande vencedora do Festival Nacional de Marchinhas da CBN. O anúncio foi realizado durante o quadro “Hora de Expediente”, da rádio CBN, na manhã desta sexta-feira (21).

    Mário conta que a ideia para compor a letra da marchinha surgiu por conta do momento em que a sociedade está vivendo atualmente. Segundo o compositor, as pessoas estão cada vez mais conectadas e esquecendo de conviver socialmente.

    “Eu acho que essa ideia está acontecendo há muito tempo. A sociedade hoje está vivendo uma vida de uma forma muito voltada para o telefone. Casais não conversam como antes. Se tem três pessoas em uma mesa, duas delas estão mexendo no celular. É uma coisa que está na rua e todos observam. Resolvi compor a letra e passei para o Júnior Rodrigues para fazer a música”.

    Mário Adolfo, que um dos fundadores do Grêmio Recreativo Escola de Samba (GRES) Andanças de Ciganos e da Banda Independente da Confraria do Armando (BICA), e o sambista Júnior Rodrigues são velhos parceiros de sambas de enredo e de marchinhas. 

    Ambos ganharam o Festival de Marchinhas do Plaza Shopping em 2012, com “ Casamento Gay”, e em 2013 com “Faxina Geral no Planalto Central”. Mário também já havia ganhado o mesmo festival em 2011 com “Ponto G”.

    Reconhecimento nacional

    O compositor ainda conta da surpresa que foi ter conquistado o prêmio entre 40 marchinhas compostas por artistas de todas as regiões brasileiras. 

    “Nós tivemos muitos votos. Teve voto até de Paris. É algo que me deixa muito feliz. Estávamos concorrendo com marchinhas com temas fortes como a crise das águas do Rio de Janeiro. O reconhecimento para Manaus é algo muito difícil. Geralmente, quando entramos em concursos nacionais Manaus nunca é lembrada. Apenas quando acontece uma grande tragédia, queima de florestas, matanças de povos indígenas, invasão de terras. Mas quando Manaus está demonstrando o seu trabalho e quando esse talento é reconhecido, com certeza é algo de se orgulhar”, contou Mário Adolfo.

    Em “ Só no zap zap”, a dupla mantém o estilo da crítica de costumes por meio do humor, usando como tema os casais que estão se relacionando cada vez menos, conversando menos e abandonando outros hábitos da relação por causa da tecnologia dos smartphones.

    Confira a letra na íntegra:

    É SÓ NO ZAP ZAP

    (Mário Adolfo e Junior Rodrigues)

    Eu vou fazer aqui

    Um desabafo pessoal

    Perdi o meu amor

    Pra um amante virtual

    Ela já não me ama

    Na hora de deitar

    De noite na cama  

    Seu prazer é o celular

    Lamento, mas por mim

    Seu coração não bate 

    Não tem beijo na boca

    É só no zap zap


    Mesmo fazendo frio, não tem chocolate

    É só no zap, zap, é só no zap zap

    Não tem mais bate coxa, sempre me rebate

    É só no zap, é só no zap zap

    Se eu peço um cafuné, ela manda que eu me cate

    É só no zap zap, é só no zap zap

    Até no cineminha, no motel ou na boate

    É só no zap zap é só no zap zap


    Não tem mais tempo

    Pro pimpolho

    Não tem sentimento

    Nem conversa olho no olho

    É carnaval

    Vê se larga o celular

    Segure uma latinha

    Vem pra rua vem brincar

    Aperte a minha mão

    E da folia não escape

    Deixe a mania

    De viver no zap zap