Fonte: OpenWeather

    Carnaval 2020


    'Rituais' é a aposta da Aparecida para conquistar o título em 2020

    A Mocidade Independente da Aparecida buscou, por meio do seu tema, apresentar a a história nos cinco continentes, do velho mundo da Europa passando pelo Novo Mundo das Américas, sem esquecer do berço das civilizações: Ásia e África.

    Aparecida briga pelo título
    Aparecida briga pelo título | Foto: Daniel Landazuri

    Manaus - Os fogos de artifício anunciaram o início do desfile da Mocidade Independente de Aparecida, por volta das 3h deste domingo (23), no sambódromo de Manaus. A mais tradicional escola de samba da Zona Sul esverdeou a passarela do samba com o enredo “Rituais”, mostrando as diferentes eras da humanidade, desde que o homem percebeu ser um ser com inteligência.

    A escola buscou, por meio do seu tema, apresentar ainda a história nos cinco continentes, do velho mundo da Europa passando pelo Novo Mundo das Américas, sem esquecer do berço das civilizações: Ásia e África.

    Confiante, o carnavalesco e presidente da escola, jornalista Saulo Borges, falou sobre preparação da escola para o espetáculo que foi apresentado. 

    “Acredito que a Aparecida sempre se prepara para ganhar o Carnaval, com respeito a todas as outras escolas. As nossas expectativas são as melhores, nossas alegorias estão bem cuidadas, as fantasias também, inclusive, foram entregues 20 dias antes do desfile. Temos um samba bom", disse Saulo,  que esse ano se despede do Carnaval.

    Saulo Borges se despede do carnaval desde ano
    Saulo Borges se despede do carnaval desde ano | Foto: Daniel Landazuri

    Borges destacou, ainda, a coreografia da comissão de frente da escola. Com uma apresentação com pirotecnia e mística, os componentes encantaram o público. 

    “Os integrantes da comissão de frente vêm simbolizando a humanidade e, no centro, o mundo. Em certo momento, eles representam um povo doente que utiliza os rituais para se curar, tanto fisicamente como espiritualmente”, explicou.

    Aparecida tem o maior número de títulos do Carnaval de Manaus, com 22 conquistas. A Mocidade Independente de Aparecida foi fundada no dia 15 de março de 1980, no bairro de Aparecida, na Zona Sul de Manaus, a partir de uma divisão da agremiação "Em Cima da Hora", que contava com uma ala chamada "Alô, Alô Aparecida".

    Carro abre alas da Aparecida
    Carro abre alas da Aparecida | Foto: Daniel Landazuri

    Era lá que desfilava Zezinho Pacheco, um jovem excepcional, que se tornou responsável pelo amor verde e branco que ocupa, hoje, os milhares de corações amazonenses. Seu nome e suas cores são inspirados na Mocidade Independente de Padre Miguel, do Rio de Janeiro.

    A escola entrou na avenida com quatro carros alegóricos e cinco módulos alegóricos menores. Levou 24 alas, sendo que três delas foram coreografadas e compostas com elementos muito específicos do desfile.

    Ficha Técnica

    Escola: Mocidade Independente de Aparecida

    Fundação: 15/03.1980

    Enredo: "Rituais"

    Componentes: 4.000

    Entrada na Avenida: 2h40