Fonte: OpenWeather

    Cinema


    'O Milagre na Cela 7': o fenômeno da Netflix feito para comover

    O filme 'O Milagre na Cela 7' traz uma mensagem de amor, fé e esperança. Se você já assistiu, com certeza chorou quase o filme todo

    | Foto: divulgação

    Manaus - Em meio à onda de aflição que o mundo vive, o filme "O Milagre da Cela 7" surgiu com uma mensagem de esperança e amor que conquistou um sucesso estrondoso. O drama turco está disponível na Netflix, sendo um dos filmes mais vistos da plataforma. O filme é bem avaliado pelo público, tem 96% de aprovação. 

    O longa é remake de um filme sul-americano e conta a história de Memo, um homem com deficiência intelectual que é acusado injustamente de matar a filha de um importante comandante do exército após testemunhar o acidente e resgatar o corpo da vítima. Separada da filha Ova, de quem Memo é muito próximo e mantêm uma relação de amizade, o homem conta com a ajuda dos companheiros da cela de número 7 para provar a inocência e reunir a família.

    O filme apresenta uma produção elaborada e ilustra a cultura e sociedade turca, um dos pontos que atraem mais curiosidade ao longa, além de mencionar corrupção. O militar que perdeu a filha manipula juízes e oficias para condenar Memo, atestando, inclusive, sanidade mental do homem que é claramente incapaz.

    Memo sendo levado para a cela
    Memo sendo levado para a cela | Foto: Divulgação

    O crítico André Zuliani, do site Omelete, elogiou o trabalho do diretor Mehmet Ada Öztekin pela sensibilidade que expôs no filme e a atuação de Aras Bulut Iynemli, que interpreta Memo, pelo ar infantil que conseguiu apresentar, como muitas vezes é pontuado.

    Um dos destaques para André também foi a fotografia do longa, que mostra cenários com riqueza cultural e em diversas vezes foca nos rostos dos personagens, passando a emoções fortes em cenas sensíveis.

    Enredo previsível

    A direção e fotografia são um dos únicos pontos fortes que garantem ao filme ser chamado de grande produção. Salvo alguns personagens, a maioria é apresentado de forma caricata e sem grandes nuances entre moralidade.

    O filme é fácil de assistir e não gera grande reflexão. Com um enredo previsível e apelando para cenas com forte teor emocional, O Milagre na Cela 7 apresenta um cenário próximo o suficiente para criar empatia, mas não tão próximo a ponto de gerar avaliação crítica do público. O vilão da trama é facilmente identificado nas rápidas cenas que aparece e não é aprofundado em suas motivações, como a perda da filha.

    Recorrendo a clichês, o longa apresenta o dia-a-dia de uma comunidade e de uma prisão na Turquia. Os personagens que ajudam Memo são humanizados e têm cenas individuais, mas também são apresentados de forma caricata.

    Religião e fé

    Os companheiros de cela de Memo se mostram muito tementes a Alah e adeptos ao islamismo, religião predominante no país, o que pôde ser assemelhado com cristianismo pela tradução generalizada dos diálogos.

    Ova visita o pai na prisão
    Ova visita o pai na prisão | Foto: Divulgação

    Em conversas sobre pecado, culpa e redenção, todos os presos se mostram arrependidos pelos crimes cometidos e têm cenas que exprimem o perdão. Os crimes, porém, são escolhidos de forma que não gere repulsa no público e que seja possível criar empatia nos cenários de remissão.

    O crítico Rafael Braz, do site A Gazeta, atribui o sucesso de "O Milagre na Cela 7" pela proximidade com a produção de uma novela acima de produção de um filme. O sentimentalista presente permite a aproximação do público e os personagens são apresentados de forma simples apenas para criar afinidade, de acordo com Rafael.

    No geral, o filme foi produzido com narração simples e grande apelo emocional para atrair o máximo de público possível, o que não torna a obra ruim, apenas não impressiona.