Fonte: OpenWeather

    Quarentena


    Como estão operando os canais de TV com a quarentena?

    Saiba mais sobre algumas medidas curiosas de alguns desses canais e como sua programação mudou.

    Um dos setores do entretenimento que mais foi afetado pelo COVID-19 é o televisivo, com as emissoras se esforçando para conseguir manter algum conteúdo ao seu público
    Um dos setores do entretenimento que mais foi afetado pelo COVID-19 é o televisivo, com as emissoras se esforçando para conseguir manter algum conteúdo ao seu público | Foto: Divulgação

    Com a quarentena, praticamente todos os setores da comunidade sofreram mudanças. Resta, a nós, ficar em nossos lares, exercendo atividades como assistir à TV da sala de casa, jogando videogame, lendo ou até mesmo tricotando.

    Entretanto, até as emissoras de TV sofreram com a medida, muitas com quantidade limitada de funcionários, outras exercendo todas as atividades à distância. As alternativas para combater o vírus e continuar exercendo o seu papel são variadas, por isso, confira o que as emissoras estão fazendo para lidar com a quarentena.

    Globo

    Com quantidade de funcionários limitada, a emissora vem dando show na hora de conscientizar e informar a população sobre a doença. As novelas tiveram suas gravações paralisadas para evitar aglomeração de pessoas.

    A novela das 21h, Amor de Mãe, foi substituída por uma reprise de Fina Estampa (2011), já a das 19h30, Salve-se quem puder, pela reprise de Totalmente Demais (2015) e a das 18h, Éramos Seis, pela Novo mundo (2017).

    Programas como Conversa com Bial e Simples Assim, com apresentação de Angélica, tiveram suas estreias adiadas. O mesmo aconteceu com a estreia da segunda temporada do Segunda Chance.

    Os jornais usam boa parte de sua programação para trazer as atualizações do coronavírus. Também houve toda uma conscientização para fazer os participantes do BBB de exemplo para o resto do país, apesar deles serem, provavelmente, as pessoas com menor risco de contaminação do Brasil.

    Boninho chegou a quebrar a regra de levar informações externas à casa e trouxe um infectologista, ao vivo no programa, para um bate-papo com Tiago Leifert e os brothers. Tal ação foi feita para esclarecer as dúvidas dos participantes e informá-los sobre a real situação da doença aqui fora.

    Record

    Por conta da quarentena e dos riscos do COVID19, a emissora decidiu cancelar, por um período indeterminado, as gravações de Gênesis, que estrearia neste mês. Outra novela afetada é Amor sem Igual, ainda em exibição, que também será adiada por tempo indeterminado.

    ESPN

    A emissora está com os portões fechados desde o dia 21 de março, mas isso não a impediu de continuar produzindo conteúdo. São duas edições diárias do tradicionalíssimo SportsCenter, às 14h e às 20h30, ambos os programas com uma hora de duração.

    Para evitar o contato entre os membros do quadro, o apresentador, os comentaristas e os repórteres atuam diretamente de casa. Para compensar a falta de jogos, com a paralisação dos campeonatos pelo mundo, a ESPN tem feito a reprise das partidas mais marcantes dos últimos tempos.

    FOX Sports

    Seguindo os passos da emissora concorrente, a FOX também realizará apenas programas com seus membros em casa. Serão dois quadros ao vivo: o Fox Sports Rádio e o Expediente Futebol. Em nota, o canal afirmou que implementará ações criativas, que buscam inovar, para minimizar os efeitos do confinamento, obedecendo às regras essenciais.

    Belas ações

    Algumas emissoras vêm disponibilizando material gratuitamente para o público durante a quarentena. Um dos casos é a Globo, que  tornou gratuita boa parte do seu aplicativo de streaming: o Globoplay. De filmes, são cerca de 20 produções da Disney, com longas da Marvel e da Pixar.

    Outro exemplo é a rede Telecine, que tornou seu aplicativo gratuito por um mês. Além disso, seus canais pagos também foram liberados nos pacotes de TV por assinatura. No streaming, são mais de 2000 filmes para escolher, variando entre clássicos do Cinema, como Psicose, de Hitchcock, e produções recém-lançadas, como Rocketman, filme inspirado na vida do cantor britânico Elton John.

    *Com informações da assessoria