Fonte: OpenWeather

    Crime


    Cantor do The Voice Kids, Tuca Almeida é morto a tiros em Pernambuco

    Tuca Almeida participou do reality em 2018 e foi morto na tarde desta quinta-feira (30)

    | Foto:

    RECIFE (PE) - Revelado nacionalmente durante sua participação no The Voice Kids, da TV Globo, o cantor Arthur Almeida (Tuca Almeida) foi morto na tarde desta quinta-feira (30), em Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco. Mais conhecido como Tuca Almeida, o garoto de 15 anos era natural de Belo Horizonte, e morava em Pernambuco desde 2014 junto com sua família materna.

    Tuca Almeida foi morto inocentemente, apenas por estar acompanhado do cunhado, que supostamente estava sendo procurado por bandidos.

    De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, um grupo de seis homens entrou em um estabelecimento comercial procurando pelo cunhado de Arthur, que estava com ele.  "De acordo com informações preliminares, o grupo formado por seis homens encapuzados adentrou em um estabelecimento comercial, efetuando disparos de arma de fogo. Procuravam, supostamente, pelo cunhado da vítima, que estava no local e conseguiu fugir", diz a nota da Polícia Civil enviada ao Diário de Pernambuco.

    Ainda segundo o jornal, o cunhado de Arthur é um presidiário colocado em liberdade como medida de prevenção à disseminação da Covid-19 no sistema penitenciário. 

    Tuca, não teve a mesma sorte de conseguir fugir e  foi atingido pelos disparos.

    Notas de pesar

    Tuca Almeida participou da versão infantil do The Voice em 2018, quando tinha apenas 13 anos. Na ocasião da audição às cegas, ele se apresentou com a canção "Price Tag", de Jessie J., e mostrou todo o seu talento no palco do programa, mas não permaneceu na competição, já que os jurados Simone e Simaria, Claudia Leitte e Carlinhos Brown não viraram as cadeiras.Apesar de ter sido eliminado ainda na fase inicial do The Voice Kids, ele não desanimou: passou a fazer campanhas publicitárias regionais e também se apresentava em alguns eventos.

    No Instagram, Tuca fez sua última publicação no dia 6 de março; é lá que amigos e admiradores já publicam mensagens de conforto e pesar aos familiares. Em seu perfil, ele definia a mãe, Matilde Azevedo, como "a pessoa mais especial" de sua vida.

    O Colégio Madre de Deus, onde o garoto cursava o primeiro ano do ensino médio, lamentou a morte. "Era um menino de ouro e muita luz, que só fazia o bem, além de um excelente aluno. O colégio, por meio de sua administração, professores, funcionários, colegas e comunidade, lamenta profundamente essa tragédia e neste momento de dor e perda, transmite os seus sentimentos aos familiares, amigos e colegas. Estamos de luto", encerra a nota.

    * Com informações de agências.