Cinema


Oscar 2021 deve ser adiado devido à pandemia do coronavírus

A decisão vem pelo fato dos membros da academia reconhecerem que os efeitos da crise provocada pelo coronavírus ainda não recuaram

. Originalmente a edição do Oscar de 2021 estava prevista acontecer no dia 28 de fevereiro
. Originalmente a edição do Oscar de 2021 estava prevista acontecer no dia 28 de fevereiro | Foto: Divulgação

O Oscar de 2021 deve ser adiado por até dois meses devido ao coronavírus. Segundo publicou o "Hollywood reporter" o conselho de diretores da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas que se reune virtualmente nesta segunda-feira está propenso a adiar a data da cerimônia e estender a janela de elegibilidade do filmes concorrentes para além de 31 de dezembro de 2020.

A decisão vem pelo fato dos membros da academia reconhecerem que os efeitos da crise provocada pelo coronavírus ainda não recuaram. A indústria cinematográfica é uma das mais atingidas pelas restrições causadas pela pandemia com a maioria das produções afetadas por paralisações e cinemas fechados. Originalmente a edição do Oscar de 2021 estava prevista acontecer no dia 28 de fevereiro.

Segundo o "Hollywood reporter" é improvável que o formato da cerimônia (se será presencial ou virtual) seja decidido na reunião de hoje, pois os membros da Academia ainda devem aguardar o desenvolvimento da pandemia da Covid-19 nos próximos meses.

A cerimônia do Oscar já foi adiada outras vezes. Em 1938, o evento teve que ter a data alterada devido a inundações em Los Angeles. Em 1968, após o assassinato do Dr. Martin Luther King Jr, e em 1981, após a tentativa de assassinato do presidente Ronald Reagan, a cerimônia também teve que ser adiada.

Na semana passada, a Academia algumas mudanças importantes na entrega do Oscar, que valerão a partir de 2022. A principal delas é a obrigatoriedade de dez produções concorrendo à estatueta de melhor filme.