Fonte: OpenWeather

    Artistas circenses


    Artistas do Circo Marcos Frota falam sobre a quarentena em Manaus

    Os espetáculos on-line foram uma forma de driblar a crise causada pela pandemia, mas os artistas consideram que existe grande diferença entre o show ao vivo e on-line

    Estadia do Circo Marcos Frota em Manaus deve durar até fim da quarentena
    Estadia do Circo Marcos Frota em Manaus deve durar até fim da quarentena | Foto: Lucas Silva/Em Tempo

    Manaus – O Circo Marcos Frota, há pouco tempo, deslumbrou o público amazonense com espetáculos e atrações em uma estrutura elaborada e jamais vista no estilo de evento em Manaus. Contando com sessões lotadas, os circenses tiveram que prorrogar a estadia na capital amazonense a pedido do público.

    A equipe circense, no entanto, foi surpreendida com a pandemia de covid-19 no estado, e o período da quarentena revelou uma face cruel na indústria de entretenimento. Sem plateia, os trabalhadores do Circo Marcos Frota enfrentam dificuldades após a suspensão de atividades culturais no Amazonas.

    "Está sendo muito difícil. Como somos acostumados a levar alegria e diversão ao público, e todo dia ter espetáculo, é difícil não ver as crianças e o brilho no olhar delas com a expectativa das apresentações’’, lamentou Sérgio Robatine, diretor do circo Marcos Frota. "Você não conseguir transmitir isso para o público, deixa a gente muito para baixo", completou.

    Circo não pode receber visitantes
    Circo não pode receber visitantes | Foto: Lucas Silva/Em Tempo

    Agora, o circo Marcos Frota conta com o estado para passar pela pandemia. "Não poderíamos ter escolhido outro lugar para passar esse período, senão Manaus. A população toda nos acolhe muito bem nessa situação, o Governo tem nos dado muito suporte também, e realmente nos sentimos como parte do povo'', afirmou Sérgio Robatine.

    Reinvenção

    "O palhaço é um personagem que cabe em todo lugar, e a gente tenta se reinventar. Através das redes sociais tentamos divulgar nosso trabalho. Esse momento de pandemia veio para a gente se reinventar'', ressaltou o artista circense Nilton Gatica.

    O circo Marcos Frota, durante o período de quarentena, utilizou as redes sociais para realizar espetáculos em lives solidárias. Uma delas, a ''Live do Bem'', arrecadou doações não só para manter o circo, mas também para ajudar famílias em estado de vulnerabilidade. 

    Circo Marcos Frota
    Circo Marcos Frota | Foto: Lucas Silva/Em Tempo

    Os espetáculos on-line são uma nova forma de investir em novas funcionalidades, mas os artistas consideram que existe grande diferença entre o show ao vivo e on-line.

    "Quando ensaiamos, e até quando fizemos a live, a gente sente muito por não termos os aplausos, as risadas, e o calor do público'', compartilhou o artista circense Nicolas Mathias.

    "O circo é nosso trabalho, mas também é nossa vida, é onde a gente vive, onde temos família. O nosso trabalho depende muito do público do circo", encerrou.


    Confira a matéria do programa Cultura Em Tempo sobre o Circo Marcos Frota:

    Leia mais:

    Eventos estilo ‘drive-in’ estão autorizados no Amazonas

    Xiado da Xinela comemora 18 anos em Live Show

    Respeitável público, o Circo do Marcos Frota está em Manaus