Fonte: OpenWeather

    Lenda


    Mãe Catirina e Pai Francisco: a origem do Festival de Parintins

    Personagens deram origem ao Festival Folclórico de Parintins, com a lenda que inspirou a festa do boi-bumbá

    | Foto: Divulgação

    Parintins (AM) – Dois personagens importantes no Festival Folclórico de Parintins: Pai Francisco e Mãe Catirina são responsáveis pela lenda que deu origem ao evento. O casal que interpreta os itens são encarregados de dar, todo ano, uma nova visão à história da grávida que sente desejo de comer língua de boi.

    Itens históricos e figuras obrigatórias nas apresentações do Garantido e Caprichoso no auto do Boi, que mostra o motivo pelo qual surgiu o Festival na ilha da magia, a história do casal pobre, Pai Francisco e Mãe Catirina, começa com o desejo de grávida da mulher.

    Para agradar a esposa, Pai Francisco foi atrás do boi mais bonito da fazenda, e mata o animal. O Amo do Boi, dono da fazenda, quando soube que o animal foi sacrificado, ficou consternado e mandou buscar o "criminoso" e médicos para confirmar a morte do boi.

    Ádria Barbosa como Mãe Catirina
    Ádria Barbosa como Mãe Catirina | Foto: Divulgação

    Para trazer o bicho de volta à vida, o Amo tem ajuda de índios e, com os rituais do Pajé, o boi ressuscita e isso vira motivo de festa. Sabendo que o motivo do sacrifício era um desejo, Pai Francisco e Mãe Catirina são perdoados pelo A|mo do Boi.

    Representação

    Em toda edição do Festival Folclórico de Parintins, a narração é a mesma, mas cabe aos intérpretes dar vida e originalidade aos personagens. Na última edição, o Garantido levou João Paulo Faria e Cáritas Vaz como Mãe Catirina e Pai Francisco. Adria Barbosa e Felipe Camelo erguem esse legado no Caprichoso.

    Cáritas Vaz iniciou o papel de Mãe Catirina em 2018, e este seria o terceiro ano como a personagem no Garantido. "Não tinha pretensão nenhuma em ser Catirina, tendo em vista que eu era do grupo de fiscais do Garantido. Em 2018 fui para aniversário do nosso presidente Fábio Cardoso, na casa da Roseane Novo. Nessa noite muitas pessoas queridas se reuniram e a parte musical ficou por conta de Enéas Dias’’, conta como iniciou no Festival.

    João Paulo Faria e Cáritas Vaz
    João Paulo Faria e Cáritas Vaz | Foto: Divulgação

    Na festa, Cáritas ouviu o demo de "desejo de Catirina’’, e ao lado de Enéas Dias, cantou a toada.  "Ele fazia o Pai Francisco e eu a 'Catita' (apelido de Catirina). Cantamos de forma irreverente e alegre e as pessoas que estavam presentes, ficaram eufóricas com nossa performance. Meses se passaram e o presidente Fábio me ligou, fazendo o convite’’.

    A escolha de Cáritas para interpretar Catirina foi unânime na Comissão de Artes. "Relutei muito, mas, no fim, me enchi de coragem. Meu primeiro ano foi difícil, havia acabado de superar uma tuberculose a qual levou nove meses pra curar. Tive alta em maio e em junho estava correndo, pulando, salteando junto com meu Pai Francisco’’.

    No Caprichoso, Ádria também não deixa a desejar como Catirina. Torcedora fanática, ela se diz apaixonada pela personagem que interpreta desde 2017. "É uma honra muito grande ser Mãe Catirina e escrever essa parte da história do meu Boi", diz.  Ao lado do Pai Francisco Felipe Camelo, Ádria encanta a torcida. 

    Também apaixonado pelo personagem que interpreta, Felipe relembra que cada apresentação é única. ''

    Nossa sintonia, desde a primeira apresentação, foi afinada. É um honra ter passado pelo período de revalorização da figura do Pai Francisco e da Mãe Catirina e poder ver a identidade africana ganhar força''.

    "Black Face’’

    Mãe Catirina e Pai Francisco são interpretados como um casal pobre, e as pessoas que os trazem à vida normalmente se pintam de preto no processo de incorporar os personagens. Em 2019, jurados apontaram que a prática caracterizava "Blackface’’, uma forma de satirizar negros.

    Caprichoso não aderiu à usual pintura na última noite do Festival em 2019
    Caprichoso não aderiu à usual pintura na última noite do Festival em 2019 | Foto: Divulgação

    "O Black Face é a reprodução de estereótipos racistas. Quando colocamos pessoas que não são negras para representar negros e os pintamos de preto, estamos sendo desrespeitos com a raça", criticaram os jurados em carta aberta feita pela Comissão Julgadora.

    O Caprichoso, prevendo os comentários, entrou com Pai Francisco e Catirina sem a usual pintura negra no último dia de apresentação, em 2019. O Garantido ainda trouxe personagens pintados de negro em todos os dias.

    A Catirina do Garantido, Cáritas Vaz, defendeu os personagens históricos, afirmando que a prática é componente do folclore. "Alguém com um mínimo conhecimento de folclore brasileira saberia a diferença entre a tradição do negrume e o Black Face americano”, defendeu.

    Parintinense, a intérprete compartilha que os personagens não são retratados de forma satírica.  "Os enxergávamos como personagens livres e alegres. Em nenhum tempo ridicularizamos a figura do negro, pelo contrário, nos maquiamos, temos todo o cuidado com os personagens, para não os deixar cair no ridículo’’, diz Cáritas. "Desde 2015 que o Garantido vem exaltando a figura de Pai Francisco e Mãe Catirina. Antes, ninguém tinha olhos para eles, ninguém se oferecia pra representar os personagens".

    A real questão, para a intérprete, são as agressões diretas aos negros. "Acho que a preocupação tem de ir além de uma maquiagem no rosto. A preocupação tem que ser voltadas às vidas pretas que todos os dias são ceifadas abruptamente’’. 

    Já Felipe Camelo tem uma visão diferente sobre o assunto. ''Eu me esforcei ao máximo para honrar esse lugar, mas percebi que talvez o maior esforço que eu poderia fazer, sob a perspectiva da representatividade e na questão do 'black face', seria abrir espaço para um ator bailarino de pele preta, a fim de dar um passo adiante nessa batalha'', afirmou o representante de Pai Francisco.

    "Sei que a beleza de ser ator está em poder ser tudo aquilo que não se é, ou melhor, poder exibir as camadas ocultas de tudo o que somos ou podemos ser. Todavia, o momento político pede uma postura sensível a um pleito pela busca de espaço'', finalizou.

    Leia mais:

    Caprichoso abre e Garantido fecha apresentação especial no Bumbódromo

    Criaturas de Tupã: as belas cunhãs-porangas do boi Caprichoso

    Cunhãs-porangas do Garantido e momentos marcantes no Bumbódromo