Fonte: OpenWeather

    Reabertura


    Espaços culturais reabrem com agendamento virtual em Manaus

    Teatro Amazonas, Palácio da Justiça e Palacete Provincial serão os primeiros a reabrir

    Locais poderão receber até 10 pessoas por visita
    Locais poderão receber até 10 pessoas por visita | Foto: Michael Dantas

    Manaus – Teatro Amazonas, Centro Cultural Palácio da Justiça e Palacete Provincial reabrem para visitação turística na próxima sexta-feira (3). As visitas precisarão ser agendadas no Portal da Cultura e os espaços, que funcionarão das 9h às 15h, poderão receber grupos de até dez pessoas por visita.

    O secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, destaca que, para garantir a segurança dos visitantes, a pasta adotou um protocolo que atende as recomendações dos órgãos sanitários e de saúde.

    “Adotamos todos os procedimentos de segurança necessários para evitar o risco de contaminação: os espaços passaram pelo processo de sanitização; receberam totens de álcool em gel que são acionados por pedal, portanto, sem contato das mãos com o equipamento; e as equipes foram treinadas para o atendimento nessa nova fase”, comenta o titular da pasta. “A entrada será condicionada ao uso de máscara; a medição da temperatura (a distância); e os visitantes deverão manter o distanciamento de 1,5 metro”, complementa.

    O agendamento estará disponível a partir desta terça-feira (30), no Portal da Cultura (cultura.am.gov.br). Para agendar uma visita, basta escolher o espaço, horário, informar um número de telefone e o CPF.

    “Em seguida, será gerado um comprovante para o usuário que pode apresentar na forma impressa ou direto da tela do celular. É um sistema fácil de usar”, ressalta o gerente de Tecnologia e Informação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Sidney Falcão.

    Os espaços funcionarão de terça a sábado e terão mudanças no roteiro de visitação. A diretora do Teatro Amazonas, Sigrid Cetraro, explica que, além dos cuidados de prevenção contra a Covid-19, o roteiro do patrimônio histórico será mais breve, com duração de 30 minutos.

    “Vamos receber grupos de dez pessoas, a cada 30 minutos. Elas entrarão pela porta principal do Teatro e sairão pela porta ao lado da Rua 10 de Julho, assim os grupos não se encontrarão. Nossos guias e funcionários foram treinados sobre o procedimento, estarão de máscara, com álcool em gel 70% e vão aferir a temperatura dos visitantes. O visitante deverá estar obrigatoriamente de máscara para entrar no Teatro”, afirma a diretora.

    Parques

    Os parques Jefferson Peres e Rio Negro também voltam a abrir nesta sexta-feira (3), com horário entre 6h e 22h, e não precisarão de agendamento.

    Pias serão instaladas nos espaços, por meio de parceria com a Cosama, para que os frequentadores possam higienizar as mãos durante a permanência nos parques.

    Demais espaços 

    A proposta de reabertura dos demais espaços administrados pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa dependerá do cenário da Covid-19 no estado.

    A previsão é que, no dia 17 de julho, sejam reabertos os centros culturais Palácio Rio Negro e Povos da Amazônia também com horário das 9h às 15h, de terça a sábado; e no dia 31 de julho, as galerias do Largo e Casa das Artes das 14h às 20h, de terça a domingo; o centro cultural Usina Chaminé e o Museu do Seringal das 9h às 15h, de terça a sábado.

    As bibliotecas e o Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro abrirão de acordo com a volta às aulas da rede estadual de ensino, que será determinada pelo Governo do Amazonas. Já os teatros Gebes Medeiros e da Instalação; os cineteatros Guarany, Comandante Ventura, Padre Pedro Vignola e Aldemar Bonates retornarão de acordo com a liberação para realização de espetáculos.

    Leia mais:

    Veja como será a cultura amazonense no pós-pandemia

    Live apresentará o impacto da Covid-19 nos setores cultural e criativo

    Grupos de teatro persistem em meio à pandemia em Manaus

    *Com informações da assessoria