Fonte: OpenWeather

    Artista amazonense


    Cantor amazonense Bruno Rodriguez prepara projetos para o pós-pandemia

    Amante da música desde cedo, o cantor Bruno Rodriguez afirma que demorou para aceitar que a carreira era seu sonho

    Bruno Rodriguez em abertura de show do cantor Cícero Lins
    Bruno Rodriguez em abertura de show do cantor Cícero Lins | Foto: Divulgação

    Manaus – Cantor, compositor e instrumentista, o amazonense Bruno Rodriguez, 25, precisou interromper a produção e preparação do novo álbum de estúdio, previsto para 2021, devido à pandemia. O período, no entanto, não está sendo desperdiçado: além do álbum, o artista foca em outros projetos e planeja o retorno para os palcos de Manaus.

    Um dos projetos que Bruno Rodriguez objetiva é o lançamento de novas músicas, com participação de artistas do cenário local, ainda neste ano. No aguardo dos próximos shows, o músico prepara apresentações no pós-pandemia.

    “Em uma das performances estou convidando artistas manauaras como presença especial. Sempre foi meu intuito colaborar com outros artistas para darmos visibilidade ao conteúdo de músicos amazonenses’’, relevou Bruno sobre as performances que se dividirão em shows de músicas autorais, e especiais da música pop.

    O estilo musical base para as obras de Bruno Rodriguez é essencialmente o pop, mas ritmos como blues, soul e MPB também exercem muita influência nas canções autorais.

    O estilo musical base para as obras de Bruno Rodriguez é essencialmente o pop
    O estilo musical base para as obras de Bruno Rodriguez é essencialmente o pop | Foto: Divulgação

    “Procuro mesclar tudo de forma que combine com o sentimento que eu quero dar para a música, seja em ritmo mais lento ou agitado’’, comentou o músico sobre as inspirações.

    Um dos diferenciais na música de Bruno Rodriguez é a produção também de faixas em inglês. O próximo álbum do artista contará com uma canção em inglês, e a primeira composição lançado, ‘’Shooting Star’’, também foi gravada no idioma.

    ‘‘Eu tenho a intenção de lançar, principalmente, músicas em português, porém vou continuar com trabalhos em inglês, e, futuramente, pretendo expandir’’, diz Bruno Rodriguez sobre futuras produções.

    Cenário local

    Grande apoiador de artistas amazonenses e do cenário cultural no estado, Bruno Rodriguez acredita que o retorno no pós-pandemia será lento, principalmente para artistas independentes.

    | Foto: Divulgação

    “Nós temos muitos artistas independentes que são tão bons quanto aqueles que estão sempre em evidência. Artistas com material bom, tanto em conteúdo quanto em técnica’’, enalteceu Bruno.

    Mas, na visão da música, essas canções não recebem o reconhecimento necessário. ‘‘Infelizmente, o apoio do estado acaba indo para um grupo seleto de artistas, ofuscando o trabalho de muita gente que merece estar no mesmo grau de exposição’’.

    Para Bruno, os artistas independentes sairão da pandemia prejudicados pela falta de preparo e apoio. ‘‘Eu acredito que falta um plano da Secretaria de Estado de Cultura (SEC) para mapear os artistas que estão em atividade na cidade’’.

     Leia mais:

    Aos 18 anos, Duda Raposo é promessa na música amazonense

    Sem data definida, cantores e artistas preparam espetáculos em Manaus

    'Arte é uma ferramenta poderosa de reflexão', diz Bel Martine