Fonte: OpenWeather

    Live solidária


    'Embaixador na Amazônia': Gusttavo Lima faz live no meio do Rio Negro

    O megaevento, preparado pela Fábrica de Eventos, irá arrecadar doações para o projeto "Vidas Indígenas Importam"

    O evento terá uma megaestrutura
    O evento terá uma megaestrutura | Foto: Divulgação

    Manaus – Sob o comando de Gusttavo Lima, a Fábrica de Eventos irá realizar a live solidária "Embaixador na Amazônia", no meio do Rio Negro, às 17h30 (horário local) no dia 16 de agosto. O anúncio foi feito, nesta quinta-feira (30), pela empresária Bete Dezembro durante coletiva de imprensa.

    O megaevento será transmitido pelo Youtube e pelas redes sociais da Fábrica de Eventos, e promete muitas surpresas. Uma delas será a estrutura da live: Gusttavo Lima irá performar o show em um palco, que será montado nas águas do Rio Negro, em uma balsa que imita o formato de uma vitória-régia.

    A estrutura inovadora marca o primeiro projeto digital da Fábrica de Eventos, com participação do público 100% on-line.

    ''Antes de tudo, queremos ressaltar que o show não receberá nenhum tipo de público, somente a equipe técnica que seguirá todas as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). Estamos realizando a melhor experiência possível para que seja aproveitada no conforto da sua casa'', ressaltou Bete Dezembro, CEO da Fábrica de Eventos. 

    Vidas Indígenas Importam

    A live show irá arrecadar doações para o projeto "Vidas Indígenas Importam", em prol dos 16 mil indígenas infectados pela covid-19 no Brasil, e recebe apoio de empresas e personalidades amazonenses nessa causa.

    ''Me senti na responsabilidade de defender o projeto 'Vidas Indígenas Importam'. Conheci a iniciativa através da cantora Márcia Novo, e vendo a situação em que se encontram essas famílias indígenas, ajudar foi inevitável'', afirmou Bete Dezembro. 

    A parceria entre a Fábrica de Eventos e Gusttavo Lima surge para fortalecer esse projeto. A live fornecerá um QR Code que direciona os usuários diretamente para as formas de doação, e antes mesmo do show, diversos empresários realizaram doações para tribos indígenas. 

    "Aqui na Amazônia vive o maior número de comunidades indígenas e nós vamos apoiar esta causa porque sabemos a realidade e as dificuldades desses povos da floresta. Já fizemos outras mobilizações e distribuímos alimentos para o interior, várias comunidades carentes, profissionais do backstage, músicos e artistas, incluindo artistas circenses. Agora chegou a vez de ajudar a salvar vidas dos nossos irmãos indígenas”, declarou Beth Dezembro.

    A Fábrica de Eventos está veiculando também uma microwebsérie, em três episódios, sobre o projeto Vidas Indígenas Importam, que pode ser assistido no IGTV da empresa no Instagram.

    "Tenho muito contato com artistas indígenas, por ter colaboração com eles em diversos projetos musicais. Quando iniciou a pandemia, o meu pensamento foi exatamente na situação dessas pessoas, então eu chamei amigos para colaborar e fazer doações. Agora a Fábrica de Eventos também está abraçando essa causa, que está tomando outras proporções'', revelou a cantora Márcia Novo.

    20 anos da Fábrica de Eventos

    Maior empresa de entretenimento da região Norte, a Fábrica de Eventos completa 20 anos de realizações e festivais em Manaus, colocando a capital amazonense na rota de grandes shows, inclusive internacionais. 

    A comemoração de duas décadas da empresa também ocorre durante a live ''Embaixador da Amazônia'', com o cantor Gusttavo Lima, honrando a responsabilidade social da Fábrica de Eventos. 

    ''Ninguém esperava essa pandemia, e o nosso planejamento para 2020 era completamente diferente, a comemoração dos 20 anos era grandiosa no papel, recebendo vários artistas importantes aqui em Manaus'', declarou Bete Dezembro. 

    "Mas essa situação que vivemos exige muita compaixão, a hora é de juntos abraçarmos a causa do nosso povo, pois somente a solidariedade é capaz de combater o vírus neste momento'', finalizou a empresária.

    Leia mais: 

    Pole dance: a atividade que vai muito além da sensualidade

    Cinemas de Manaus devem reabrir a partir de sábado (1°)

    Devido à pandemia, Manaus pode não ter tradicional festa de réveillon