Fonte: OpenWeather

    Cartão-postal de Manaus


    Confira 10 curiosidades sobre o Teatro Amazonas

    Com mais de 100 anos de história, o Teatro Amazonas encanta pela estrutura que remete à Belle Époque em Manaus

    Teatro Amazonas é um dos maiores palcos culturais do Brasil
    Teatro Amazonas é um dos maiores palcos culturais do Brasil | Foto: Divulgação

    Manaus – Principal cartão-postal de Manaus, o Teatro Amazonas tem uma longa história desde a construção em 1896, durante o ciclo da borracha. Maior símbolo cultural do estado, a palavra simplicidade não se ajusta à imponência da construção, que esconde diversos contos e raridades no cenário arquitetônico.

    O EM TEMPO reuniu algumas curiosidades sobre o longo processo e reformas que o Teatro Amazonas passou desde a inauguração, confira:

    1. O Teatro Amazonas demorou 15 anos para ser concluído

    Inaugurado pelo governador Eduardo Ribeiro, em 1896, o Teatro Amazonas levou 15 anos para ficar pronto. O projeto de construção foi feito pelo deputado provincial Antônio José Fernandes Júnior em 1881, mas ficou abandonado por oito anos.

    As obras só foram retomadas com o início da gestão de Eduardo Ribeiro, quando o projeto tomou impulso. Antes, o espaço servia de campo de futebol amador.

    2. Os melhores assentos eram ocupados pelos mais pobres

    Assentos em frente ao palco do Teatro Amazonas têm melhor vista dos espetáculos
    Assentos em frente ao palco do Teatro Amazonas têm melhor vista dos espetáculos | Foto: Divulgação

    Construído para abrigar eventos da elite de Manaus, que buscava se aproximar dos padrões da Europa em questão de estrutura, o Teatro Amazonas abrigava grandes espetáculos voltados para as famílias tradicionais.

    Mas os eventos se tornaram abertos também para a classe mais pobre da cidade. Eles ocupavam os assentos em frente ao palco, que apresentam melhor visibilidade das performances.

    O motivo? A elite tinha a sensação de "superioridade’’ ao ocupar os camarotes acima da plateia. Quanto maior o andar significava que mais influente era a família.

    No entanto, os camarotes apresentam uma visibilidade baixa dos espetáculos em relação aos assentos de frente ao palco, no térreo. Atualmente, eles são os mais requisitados e mais caros em apresentações pagas.

    3. Parte da estrutura do Teatro Amazonas veio da Europa

    Cúpula do Teatro Amazonas recria a bandeira do Brasil
    Cúpula do Teatro Amazonas recria a bandeira do Brasil | Foto: Divulgação

    O estilo arquitetônico da construção é renascentista, com detalhes ecléticos. Na área externa, a famosa cúpula é composta por 36 mil peças nas cores da bandeira brasileira, importadas da Alsácia, na França.

    A maior parte do material usado na construção do teatro foi importada da Europa: as paredes de aço de Glasgow, na Escócia; os 198 lustres e o mármore de Carrara das escadas, estátuas e colunas, são da Itália.

    4. O primeiro espetáculo apresentado foi "La Gioconda’’

    ‘’La Gioconda’’, de Amilcare Ponchielli foi o primeiro espetáculo apresentado no palco do Teatro Amazonas.

    A ópera foi um grande sucesso no mundo todo, e Companhia Lírica Italiana foi a responsável pela performance em Manaus.

    Relatos de funcionários do local afirmam que todo ano é possível notar aparições que remetem à realização do espetáculo "La Gioconda’’.

    Os funcionários acreditam que fantasmas recriam a apresentação fielmente no aniversário do Teatro Amazonas, comemorado no dia 31 de dezembro.

    Várias pessoas notaram aparições estranhas nas instalações do Teatro Amazonas
    Várias pessoas notaram aparições estranhas nas instalações do Teatro Amazonas | Foto: Marcio Melo

    5. É possível notar aparição de fantasmas no Teatro Amazonas

    Além de ‘’La Gioconda’’, vários visitantes e funcionários relatam aparições suspeitas dentro do Teatro Amazonas. As mais frequentes ocorrem no terceiro andar, que tem acesso por uma escada de ferro em forma de caracol e sem iluminação.

    Alguns dos ‘’fantasmas’’ que mais são citados pelas pessoas é de um cavalheiro usando roupas do século XVIII e uma mulher de olhos azuis e roupa branca.

    As presenças estranhas tomam forma especialmente para funcionários e artistas que se apresentam no palco do Teatro Amazonas, mas visitantes também já tiveram a ‘’sorte’’ de notar as aparições.

    6. O Teatro Amazonas recebe uma média de 288 mil visitantes por ano

    Teatro Amazonas é muito visitado por turistas
    Teatro Amazonas é muito visitado por turistas | Foto: Michael Dantas

    O salão de espetáculos tem capacidade para 701 pessoas, distribuídas entre a plateia e três pavimentos de camarotes, e recebe anualmente cerca de 288 mil espectadores ao ano em apresentações, não incluso visitas informais e visitas guiadas.

    7. Grandes artistas nacionais e internacionais já passaram pelo Teatro Amazonas

    Os brasileiros Heitor Villa-Lobos, Milton Nascimento, Ana Botafogo e Bibi Ferreira já tiveram a oportunidade de performar no palco do Teatro Amazonas, além deles nomes internacionais já marcaram presença no ponto turístico.

    A banda Spice Girls foi uma das que movimentaram o espaço. As meninas apimentadas deram uma entrevista coletiva dentro do espaço e, vendo a movimentação de fãs no Largo do São Sebastião, realizaram um breve show na sacada do Teatro.

    Spice Girls em show improvisado na sacada do Teatro Amazonas
    Spice Girls em show improvisado na sacada do Teatro Amazonas | Foto: Divulgação

    O tenor Luciano Pavarotti já cantou no palco do Teatro, mas apenas em uma visita informal. O italiano visitou Manaus apenas para conhecer o espaço, e improvisou um espetáculo para experimentar a acústica. 

    Também já passaram pelo palco do Teatro muitos outros artistas internacionais, entre eles, o tenor José Carreras, Roger Waters, e The White Stripes.

    8. O espaço foi tombado como Patrimônio Histórico Nacional

    Por representar o ciclo da borracha no estado e pela arquitetônica única no Brasil, o Teatro Amazonas foi tombado como Patrimônio Histórico Nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 1966.

    Além disso, ele foi indicado para tombamento como Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas (ONU).

    | Foto: Divulgação

    9. O Teatro Amazonas já passou por reformas e manutenções

    Manter um Patrimônio Histórico Nacional requer muito trabalho e cuidado com a estrutura arquitetônica. As primeiras manutenções ocorreram no governo de Gilberto Mestrinho, entre 1961 e 1962. 

    Mais recentemente, em 2013, o local passou por obras de conservação e manutenção decenal, e, em 2001, grandes realizações foram feitas no local, em prol de manutenção, além de diversas outras ações.

    Um dos maiores feitos foi a implantação do Programa de Acessibilidade Integral com serviço de tradução em libras e audiodescrição, em 2009.

    10. O espaço recebe visita virtual

    Durante a pandemia de coronavírus no estado, o Teatro Amazonas precisou fechar as portas para visitas indeterminadamente, e para continuar conhecendo o espaço de perto, foi possível realizar uma visita 360 graus.

    A visita em 360° ainda está disponível e oferece informações e curiosidades sobre o espaço.

    Ao andar pelo Teatro Amazonas, por exemplo, o visitante pode ler sobre o “Espelho da Verdade”, o “Camarim de Cena”, a maquete de Lego do Teatro Amazonas, medidas do palco, detalhes sobre o fosso da orquestra, entre outras curiosidades.

    Conheça mais sobre o Teatro Amazonas:

     Leia mais:

    Confira dez curiosidades sobre a Ponte Rio Negro

    Teatro Amazonas: visita guiada pela casa da arte em Manaus

     'Arte é uma ferramenta poderosa de reflexão', diz Bel Martine