Show


‘Maloca de Palhaç@s’ chega à reta final com exibição online de filmes

De 1° a 14 de setembro acontece oficinas e espetáculos virtuais

O projeto “Maloca de Palhaç@s” chega à sua reta final com comemorações
O projeto “Maloca de Palhaç@s” chega à sua reta final com comemorações | Foto: Reprodução

Manaus- O projeto “Maloca de Palhaç@s” chega à sua reta final com comemorações. De 1º a 14 de setembro, acontece uma nova rodada de atividades gratuitas, que incluem a realização de uma oficina e a exibição de espetáculos e documentários. Toda a programação foi adaptada para o formato online e poderá ser conferida por meio da plataforma Zoom. As inscrições devem ser feitas pelo link https://bit.ly/malocaAM.

Depois de reunir mais de 280 participantes nos dois módulos anteriores, a iniciativa promove o intercâmbio entre mestres e aprendizes da arte da palhaçaria, de Manaus e de outras regiões do país, aproximando essa linguagem do grande público.

Entre as atrações convidadas está o espetáculo “O Cravo, o Lírio e a Rosa”, do Lume Teatro (SP), que será exibido no dia 1º de setembro. Construído a partir da interação da clássica dupla de palhaços, a peça utiliza as relações humanas como matéria-prima, especialmente a relação dos palhaços com a plateia, elemento sem o qual as brincadeiras não poderiam acontecer. A montagem conta com os atores Ricardo Puccetti (Teotônio) e Carlos Simioni (Carolino).

Na quarta-feira (02), o “Maloca de Palhaç@s” exibe o documentário “Hotxuá” (SP), dirigido por Letícia Sabatella. O filme é um registro poético sobre a tribo indígena Krahô, um povo sorridente que designa um sacerdote do riso, o hotxuá, para fortalecer e unir o grupo através da alegria, do abraço e da conversa.

MOSTRA SELMA BUSTAMANTE

Desta vez, a Mostra Selma Bustamante, que homenageia a artista falecida em 2019, também contará com o documentário “Purãga Pesika” (AM), no dia 03 de setembro. Dirigido por Selma Bustamante e César Nogueira, o filme registra a experiência da palhaça Kandura entre Manaus e o Alto Rio Negro.

A mostra também terá o espetáculo “Preciso falar” (AM), no dia 04 de setembro. A obra da Cacompanhia apresenta a palhaça Lola, mulher, negra e resistente, que desenha em solo seu local de fala. Ela desenha um mapa de seus territórios, seus rastros se tornam cartografias, histórias remendadas, porque ligeiramente são silenciadas, apagadas. Direção de Jean Palladino e atuação de Daniely Lima.

OFICINA

Entre os dias 05 e 13 de setembro, acontece a oficina “Assessoria para criação de números”, com o ator Ricardo Puccetti, do Lume Teatro. Nesta oficina, Puccetti trabalha com palhaços e palhaças que já possuem certa experiência no ofício. É um trabalho mais voltado para a criação do material de cada artista, com foco na lógica de construção da cena e na dramaturgia peculiar de cada um.

No dia 14, os participantes da oficina realizam mais uma edição do “ClownBARÉ”, com o objetivo de praticar o que for aprendido durante a formação.

*Com informações da assessoria

Leia mais:

Escola de Arte abre inscrições para cursos com vagas limitadas; veja

Fametro realiza palestras e debates sobre a atuação do psicólogo

Porto de Manaus passa a vender passagens de barco no cartão de crédito