Desenho


Artista manauara é escolhida para desenhar mulher do AM para Nivea

Laura Athayde ilustra aproximadamente há seis anos e também faz histórias em quadrinhos. E sua preferência de ilustração sempre foi retratar mulheres reais e contar as suas histórias

A artista representou especificamente a mulher amazonense em uma ilustração
A artista representou especificamente a mulher amazonense em uma ilustração | Foto: Divulgação

Manaus - A quadrinista e ilustradora manauara Laura Athayde foi uma das artistas escolhidas para representar as mulheres do Norte em campanha digital da marca alemã do Grupo Beiersdorf, a NIVEA. Com o conceito “Nosso cuidado na sua pele”, a comunicação reforça a essência de Cuidado da marca, por meio de sua linha Azul, DNA da NIVEA.

A artista representou especificamente a mulher amazonense em uma ilustração. Laura conta que não sabe como a equipe da NIVEA a encontraram, mas acredita que foi por meio do seu instagram, meio o qual ela divulga seu trabalho. E que a marca lhe deixou livre para fazer o desenho.

“Eles me convidaram para ilustrar temas muito queridos para mim, que são mulheres reais e o meu estado. Então, eu pude colocar muito de mim no desenho. Foi uma criação que partiu do coração, mesmo. E acho que por isso foi tão gostoso de fazer, não me senti pressionada ou ansiosa por estar trabalhando com uma marca desse porte”, ressalta Athayde.

Preferência da ilustração de Laura sempre foi retratar mulheres reais e contar as suas histórias
Preferência da ilustração de Laura sempre foi retratar mulheres reais e contar as suas histórias | Foto: Arquivo Pessoal

Laura ilustra aproximadamente seis anos e também faz histórias em quadrinhos. E que a preferência da ilustração sempre foi retratar mulheres reais e contar as suas histórias.

“Eu fiquei muito feliz em ser convidada pela Nivea para desenhar a realidade do meu estado com total liberdade. Para mim, foi o reconhecimento desse esforço de toda a minha carreira em contar histórias que fogem a estereótipos e padrões”, compartilha.

Para a artista, não existe uma só ‘mulher amazonense’, um só tipo de beleza nortista
Para a artista, não existe uma só ‘mulher amazonense’, um só tipo de beleza nortista | Foto: Arquivo Pessoal

A artista conta que o desenho foi fortemente inspirado na sua irmã e nas amigas. Ela também retratou uma das coisas que mais gosta: uma tarde no flutuante. “Atualmente eu moro em Belo Horizonte e essa é uma das coisas que mais sinto saudade. Então, aproveitei para ambientar o desenho num flutuante, na beira do rio e com a floresta ao fundo. Além de ser bem especial para mim, é uma coisa única da nossa região e achei que seria interessante apresentar isso para o resto do Brasil. E para mim, não existe uma só ‘mulher amazonense’, um só tipo de beleza nortista, então a minha personagem também é uma mistura de várias mulheres por quem sinto admiração e carinho”.

Advogada que se descobriu nos desenhos

Laura tem 31 anos e ilustra desde 2014
Laura tem 31 anos e ilustra desde 2014 | Foto: Arquivo Pessoal

Laura tem 31 anos e ilustra desde 2014. Formada em Direito, a artista sempre gostou de desenhar, mas nunca imaginou trabalhar na área. Quando ela se dedicou a área de Direito, parou de desenhar. Mas, em 2012 a artista foi fazer uma pós-graduação em São Paulo e neste período ela voltou a ler quadrinhos e a desenhar. Começou a postar tirinhas na internet e a se envolver mais na comunidade artística independente. A partir daí ela começou a trabalhar com ilustração e a publicar suas próprias HQs, mas ainda advogava. Em 2015, ela se mudou para Belo Horizonte e foi aí que passou a se dedicar realmente a profissão de desenhista.

Em 2015, ela se mudou para Belo Horizonte e foi aí que passou a se dedicar realmente a profissão de desenhista
Em 2015, ela se mudou para Belo Horizonte e foi aí que passou a se dedicar realmente a profissão de desenhista | Foto: Arquivo Pessoal

“Enquanto ainda advogava, eu fui descobrindo toda a cena de quadrinhos independentes. Comecei a conversar com artistas de todo o Brasil, a publicar meus trabalhos em coletâneas e a frequentar eventos voltados para literatura e artes gráficas. Isso foi um divisor de águas para mim: conhecer pessoas que faziam arte profissionalmente e aprender sobre as suas trajetórias, sobre os caminhos possíveis para desenvolver essa carreira. Principalmente, tive a chance de compartilhar minhas próprias histórias, de me comunicar de uma forma nova e de abordar temas importantes para mim, como a igualdade de gênero. Então, acabei decidindo deixar o Direito em segundo plano e me dedicar a esse novo trabalho que me inspirava tanto. Mas não abandonei a minha graduação completamente; já escrevi manuais de direitos autorais para artistas independentes e também atuo em causa própria, quando necessário”, enfatiza.

Carreira

Athayde trabalha principalmente ilustrando livros e revistas
Athayde trabalha principalmente ilustrando livros e revistas | Foto: Arquivo Pessoal

Athayde trabalha principalmente ilustrando livros e revistas. Também já lançou uma coletânea de tirinhas chamada Histórias Tristes e Piadas Ruins, que ganhou o prêmio HQMix no ano passado. Este ano, vai lançar outra coletânea chamada Aconteceu Comigo - Histórias reais de mulheres em quadrinhos, que traz HQs baseadas em relatos reais que recebeu entre 2015 e 2019. O livro já está na gráfica e será lançado em breve.

A ilustradora manauara também está organizando um projeto que reúne quadrinhos de artistas do Norte, Nordeste e Centro-Oeste
A ilustradora manauara também está organizando um projeto que reúne quadrinhos de artistas do Norte, Nordeste e Centro-Oeste | Foto: Arquivo Pessoal

Graphic novel no Amazonas

Longe de casa, morando em Belo Horizonte (MG), a quadrinista sofre bastante com a saudade da família, principalmente durante essa crise de saúde por conta da Covid-19. Para matar um pouco dessa saudade, a artista resolveu começar um projeto que já sonha há anos: criar uma graphic novel (romance gráfico) passada no Amazonas.

Laura Athayde é uma quadrinista e ilustradora manauara
Laura Athayde é uma quadrinista e ilustradora manauara | Foto: Arquivo Pessoal

“Encontrei o parceiro ideal para me ajudar a desenvolvê-la, o também manauara Gabriel Mar, autor do livro Bem-Vindos À Rua Maravilha. Atualmente, estamos criando o roteiro da história, e planejamos uma viagem para o interior em busca de referências visuais e narrativas”, revela.

A ilustradora manauara também está organizando um projeto que reúne quadrinhos de artistas do Norte, Nordeste e Centro-Oeste chamado Fora da Caixinha, que deve ser lançado no final deste ano.

NIVEA valoriza a cultura do Norte e Nordeste

Desenvolvidas especialmente por artistas nortistas e nordestinas, as peças da campanha da Nivea retratam, de forma autêntica, o significado do cuidado para cada uma delas: Ju Chooo (CE), Ty Silva (PA), Laura Athayde (AM), Rafaela Melo (PE) e Suzane Lopes (BA). As criações fazem parte da campanha digital exclusiva para as regiões Norte e Nordeste do país.

Leia Mais

Empresa valoriza a cultura do Norte em nova campanha digital

'Cesta Covid-19' impulsiona o mercado de higiene e beleza