Literatura


Escritora amazonense Ana Peixoto morre vítima de Covid-19 aos 69 anos

Ana Peixoto tinha publicadas obras como ''As frutas do meu quintal”, “Os animais do meu quintal” e “Sapos do meu quintal”

| Foto: Divulgação

Manaus - Aos 69 anos, a escritora amazonense Ana Maria Souza Peixoto morreu vítima de covid-19, na manhã desta quinta-feira (10), no Hospital e Pronto Socorro (HPS) Delphina Abdel Aziz, em Manaus. Ela estava internada há 19 dias, mas não resistiu às complicações da doença.

Por conta dos protocolos de não disseminação da covid-19, não haverá velório. Ainda não há informações sobre o horário do enterro, que acontecerá ainda nesta quinta.

A escritora deixa cinco filhos (três biológicos e dois de coração), sete netos e uma trajetória importante na literatura amazonense.

Licenciada em Filosofia pela Universidade Federal do Amazonas, Ana era professora aposentada e se dedicava, desde 2004, à literatura infanto-juvenil, com o lançamento do livro “Quintal, um lugar para ser feliz”, que deu início à série “Coisas da Ana”, que inclui as obras como “As frutas do meu quintal”, “Os animais do meu quintal” e “Sapos do meu quintal”.

Ana Peixoto era membro da Associação dos Escritores do Amazonas (Asseam) e da Associação Amazonense de Leitura e Escrita (Amaler). As obras possuem temática regional e voltadas para a questão do meio ambiente.

Com a temática, Ana também realizava contação de histórias para crianças em escolas e instituições assistenciais, e sempre ia em busca de novos leitores. Participando de feiras, eventos literários, rodas de conversas, atividades em escolas e ONGs, ela também viajava bastante para outros municípios do Amazonas. 

Leia mais:

Show com Bel Martine, Duda Raposo e Um Trevo tem data marcada

Diana Rigg, atriz de 'Game of Thrones', morre aos 82 anos

Bruna Marquezine estreia nos cinemas de Manaus em 'Vou Nadar Até Você'