Fonte: OpenWeather

    Thaline Karajá


    Indígena de Santarém é selecionada no 'The Voice Brasil'

    Participante de Santarém, no Pará, tem um grupo de carimbó e deseja representar as mulheres indígenas na competição

    | Foto: Divulgação

    O The Voice Brasil, da última quinta-feira (29), trouxe uma série de talentos para o palco. Uma delas foi Thaline Karajá, de 26 anos, natural de Santarém, no Pará. Indígena, a cantora se emocionou ao comemorar a vaga no time Brown.

    "Meus antepassados foram tirados de suas terras para serem escravizados. Pra mim é muito importante estar aqui. Estou representando muitas mulheres indígenas. Eu faço parte de um coletivo de mulheres indígenas, que fica localizado em Alter do Chão, no município de Santarém, no Pará. É uma felicidade muito grande estar aqui", afirmou Thaline Karajá.

    Muito grato pela apresentação da cantora, Brown fez um depoimento cheio de significados e força para recebê-la no seu time, especialmente como defensora da música amazônica.

    "Meu caminhar até você tem pernas curtas, porque aqui, sim, eu sou um estrangeiro. Eu quero dizer e a cada momento pedir permissão às suas terras, para existir como brasileiro. Você, Karajá, é quem me recebe. Você é o meu receptivo. E a você eu devo desculpas, eu devo perdão (...) Muito obrigada por você ter vindo, por sua alegria. Não existe banzerice em você. Existe caminhar, existe fé", disse Brown.

    Nas redes sociais, o público comemorou a vaga. ''Thaline Karajá emocionou todos ontem no The Voice, mulher indígena do grupo Suraras do Tapajós. Também revelou a falta de conhecimento sobre indígenas de Lulu Santos, que falou sobre pureza racial, estamos em '2020'', revelou uma internauta. 

    ''Cantoria linda da Thaline Karajá, foi incrível e emocionante! De Santarém para o mundo! Ela merece todas as cadeiras viradas pra ela!'', se emocionou outra.

    *Com informações do Gshow

    Leia mais:

    Futuro das demarcações de terras indígenas será decidido hoje (28)

    Personalidades representam Manaus com arte pelo mundo

    Yara Flor, nova mulher Mulher-Maravilha da DC, é indígena brasileira