Cinema


Obra do Amazonas é selecionada para projeto da Globo Filmes

A consultoria será feita pelos curadores artísticos Selton Mello e Fabricio Mamberti

| Foto: Divulgação

Manaus - A Globo Filmes selecionou cinco projetos de quatro regiões do país, com produtores, autores, diretores e atores locais para serem filmados em 2021. ''Deus Me Livre, Mas Quem Me Dera'', uma produção do Amazonas com direção de Fabio Baldo, e roteiro de Flavia Abtibol, foi um dos selecionados.

Na trama de ''Deus Me Livre, Mas Quem Me Dera'', a banda de Jeff embarca para uma oportunidade incrível e única: cantar no festival de Parintins.

Porém, perdem a vocalista Morena, que não segue na viagem, sem deixar explicações. Ao mesmo tempo, Josy, jovem que trabalha no barco, tem uma bela voz e sonha em ser cantora. Quando os dois se unem e Josy se vê prestes a realizar o sonho, Morena ressurge.  

Com a consultoria dos curadores artísticos Selton Mello e Fabricio Mamberti, e parceria com as regionais e afiliadas Globo, o objetivo é promover um diálogo mais estreito com as comunidades locais, valorizando a vocação brasileira de contar boas histórias.  

Projeto Telefilmes Regionais

Em 2020, mais de 130 projetos se inscreveram. A Globo Filmes selecionou cinco para filmar no 1º semestre de 2021. Posteriormente os projetos vão ao ar na TV Bahia, na Globo Brasília, na Globo Minas, na TV Verdes Mares, do Ceará, e na Rede Amazônica. 

O projeto Telefilmes Regionais tem a proposta de mostrar a diversidade das regiões do país, a partir de temáticas relacionadas à realidade local, com imagens que vão além dos cartões-postais.

A proposta é fomentar a produção audiovisual para além do eixo Rio-São Paulo, além de estimular a pluralidade nos mais diversos cantos do Brasil, onde nem sempre há oportunidades para o potencial destes profissionais.  

Com edições anuais desde 2016, a iniciativa viabiliza telefilmes de cerca de 40 minutos, com participação ativa da Globo Filmes em todas as etapas de desenvolvimento, do argumento ao corte final. 

Assinando como coprodutora, os recursos são destinados para o desenvolvimento e a produção dos projetos via artigo 3ºA. 

A participação das emissoras de cada região também é determinante no processo de regionalização dos conteúdos, em sintonia com a população local.  

Confira os outros projetos Selecionados em 2020

Bahia: Moraes e Moreira  

Sinopse: Acompanhamos a saga de dois irmãos atrás do pai que nunca conheceram, desaparecido no mar 18 anos antes.  

Direção: Giovani Lima  

Roteiro: Toni Couto  

Produção: Malagueta Filmes  

Distrito Federal: Na Flor da Idade  

Sinopse: Rosa e Lírio estão solitários e decidem usar um aplicativo de paquera, mas precisam dar um jeito de assumir a idade que têm.  

Direção: Mykaela Plotikin  

Roteiro: Getsemane Silva  

Produção: Machado Filmes  

Minas Gerais: Vivo Ou Morto  

Sinopse: Chico Santo é um artesão e péssimo vendedor. Suas peças acumulam poeira e seu bolso acumula dívidas. Certo dia, ameaçado de morte por um cobrador, Chico Santo acata a sugestão de seu interesseiro assistente e falseia sua própria morte. Acompanhamos as consequências de deixar de existir.  

Direção: Diego Rocha  

Roteiro: Diego Rocha  

Produção: Gibraltar Filmes  

Ceará: O Sonho a Ser Considerado  

Sinopse: Richardson sonha em se tornar famoso como artista de clipes, assim como conseguiu seu ídolo Bruninho K9. Quando ele faz um vídeo de sucesso, Bruninho K9 responde com ofensas esnobes. Os dois travam uma batalha de clipes que muda a vida e carreira de ambos artistas.  

Direção e roteiro: Yargo Gurjão e Roger Pires  

Produção: AGA Produções  

*Com informações da assessoria

Leia mais:

'Caminhando para novidades', revela Bruno Cardoso, do Sorriso Maroto

Trio ‘agenoragostinhoeleo’ lança nova música inspirada pela quarentena

007, Anaconda e Tainá: confira filmes que levam o AM para telonas