Fonte: OpenWeather

    Música


    Gil Valente lança clipe de ‘Índios Urbanos’ neste sábado (28)

    A canção, premiada no V Festival Amazonas de Música, e o videoclipe foram realizados com a versão gravada e com bases sampleadas no EP Índios urbanos (2016)

    | Foto: Divulgação

    Manaus – Com apoio do Serviço Social do Comércio (SESC), o cantor, compositor e violinista Gil Valente inaugura o videoclipe de "Índios Urbanos’’, neste sábado (28), às 15h (horário local), através do canal do Sesc Brasil no Youtube.

    A canção, premiada no V Festival Amazonas de Música, e o videoclipe foram realizados com a versão gravada e com bases sampleadas no EP Índios urbanos (2016).

    O cenário e projeções mapeadas trazem a perspectiva de uma cidade, com alusão à Manaus em um conjunto audiovisual. O artista e a performance aparecem como ponto central, em uma perspectiva gigantesca diante da metrópole cenográfica.

    Além disso, a canção ‘‘Índios Urbanos’’ dialoga com a proposta do cenário e projeções, trazendo na letra, uma referência aos povos nativos da região.

    "Tanto ao indígena que saiu da sua aldeia ou do interior do Amazonas para buscar melhores condições de vida na capital, como saúde e educação, e usufruindo e retornando para sua cultura as possibilidades tecnológicas do mundo moderno’’, explicou Valente.

    | Foto: Divulgação

    "Como também faz referência ao indivíduo que carrega o estereótipo indígena pela descendência de muitas gerações, embora seu modo de vida esteja totalmente vinculado à cidade, sendo também aquele que carrega o referido estereótipo e trabalha na Zona Franca de Manaus, montando computadores e equipamentos tecnológicos, por exemplo’’, continuou.

    Experiência ‘’Índios Urbanos’’

    Natural de Belém, no Pará, e radicado em Manaus desde 1999, Gil Valente passou os períodos entre 2008 e 2010 na cidade natal, onde teve a oportunidade de trabalhar em produções artísticas regionais com foco na produção sustentável.

    Alguns anos depois, retornando à Manaus, o músico participou de projetos artísticos similares, com reutilização de materiais. Unindo as duas experiências, ele passou a criar cenários com a utilização de caixas de papelão pintadas, colheres de plástico, canudos de papelão, dobraduras em papel e outros materiais e objetos que poderiam ser descartados após o uso.

    "Com a pandemia, eu intensifiquei o desenvolvimento dessas produções artísticas, com lives em casa, além de gravar vídeos. Essas produções foram o impulso para elaborar e desenvolver, de forma progressiva, um laboratório de criação de cenário para produção audiovisual’’, afirmou Gil Valente.

    A experiência resultou na produção do videoclipe da canção “Índios Urbanos”, contemplado pelo edital SescConvida, do Sesc Brasil. 

    Leia mais:

    Representatividade negra na arte e na moda do Amazonas

    Vozes do Festival de Parintins se encontram em live no sábado (19)

    Conheça Dan Stump, o inerente artista amazonense