Fonte: OpenWeather

    Música amazonense


    Banda Los Matrinxãs realiza live na Vila Vagalume nesta quarta (9)

    Evento contará com a participação de artistas manauaras como Magaiver Santos, Marcelo Nakamura, Agenor Vasconcelos, Rafha Mendonza e Elizeu Costa

    A banda toca músicas de sua autoria, inspiradas no ritmo do beiradão.
    A banda toca músicas de sua autoria, inspiradas no ritmo do beiradão. | Foto: Will Wolf

    Contemplado pelo Edital Conexões Culturais 2020, da Lei Aldir Blanc, a Banda Los Matrinxãs realiza uma apresentação musical via live nesta quarta, 9/12, a partir de 16h, na Casa Criativa Vila Vagalume 80 (Avenida Agostinho Caballero Martin, 234, São Raimundo). O evento contará com a participação de artistas manauaras como Magaiver Santos, Marcelo Nakamura, Agenor Vasconcelos, Rafha Mendonza e Elizeu Costa.

    Após dois anos de atividade cultural através da música regional, a banda Los Matrinxãs, que já é conhecida nas casas, eventos e fãs desse estilo de som em Manaus, resolveu apresentar o seu trabalho para um público maior, divulgando músicas de sua autoria, inspiradas no ritmo do beiradão.

    | Foto: Will Wolf

    O Projeto “Los Matrinxãs e amigos na Vila” trata-se de uma produção audiovisual pensada bem antes da pandemia da Covid-19. O que antes seria um show destinado ao grande público e diversos artistas participantes, devido à crise sanitária mundial e às regras de distanciamento social, teve que ser adaptado para uma transmissão digital via internet, que tem sido alternativa atual de manutenção do entretenimento.

    O Los Matrinxãs surgiu em 2018, em Manaus, nas proximidades do Teatro Amazonas, tendo como idealizador Victor Felix Liotto. No início, a banda se apresentava semanalmente em duas casas de eventos e se chamava Trio Matrinxã. Em outubro do mesmo ano, com o convite para se apresentar no Largo São Sebastião e a entrada de mais um integrante, o trio transforma-se na Banda Los Matrinxãs, que hoje tem 5 integrantes: Felipe Correa (guitarra), Paulo Henrique Pena (contrabaixo), Ranyelle Araújo (bateria) e Paulo Victor Pontes (percussão). Stivisson Menezes, percussionista conhecido no cenário musical, também é um dos artistas convidados para a live. 

    | Foto: Will Wolf

    A proposta é pautada na música regional com um vasto acervo de referências, com influência maior da Guitarrada, ritmo genuinamente amazônico, e de grandes mestres do carimbó, como Mestre Verequete, Oseas da Guitarra, André Amazonas, Magalhães e tantos outros. Soma-se ainda a cumbia psicodélica peruana, os tambores do Gambá de Maués e outras expressões da nossa floresta. A intenção é apresentar e unir toda Amazônia nas suas músicas e proporcionar um som de qualidade a qualquer lugar do mundo, para que todos os envolvidos e principalmente o público prove a textura do sabor musical manauara.

    “Me sinto muito entusiasmado em poder fazer uma live com pessoas que eu admiromuito, que são referências em Manaus. Nessa apresentação vai rolar bastante música autoral dos Los Matrinxãs e dos artistas convidados. É uma grande oportunidade de registrar o trabalho que a gente vem aperfeiçoando desde 2018”, conta Victor Felix Liotto, idealizador, cantor e compositor do projeto.

    | Foto: Will Wolf

    “Los Matrinxãs e Amigos na Vila” tem o apoio da Prefeitura da Manaus, do Governo Federal e foi contemplado pelo Edital Conexões Culturais 2020, da Lei Aldir Blanc.

    CASA CRIATIVA

    Espaço de construção coletiva desenvolvida pelos artistas Vívian Gramophone, Mauro Lima, Ramon Marola, Andreas Dominique, Marcela Paiva, Grace Anne e Victor Félix Liotto, a casa está centrada na zona oeste em uma casa que transpira arte e receptividade na Avenida Padre Agostinho Caballero Martin, 234, bairro do Bairro São Raimundo, em frente ao Rio Negro, trazendo o melhor da cultura regional e da arte culinária vegetariana. As atividades realizadas têm fomentado um espaço plural que conta com a parceria de artistas locais, que passam a ter mais consolidação de suas carreiras, visibilidade e estrutura para seus projetos. Como resultado, a Casa ganhou destaque dentre os espaços culturais de Manaus por apoiar e difundir a cultura local.

    A Vila Vagalume pretende ser um útero artístico ao auxiliar seus artistas integrados na oportunidade de divulgação de seus trabalhos. A vila também tem a intenção em ser um centro de reflexão social, de formação e de práticas pedagógicas destinadas ao favorecimento e benefício da comunidade próxima do bairro de São Raimundo, propiciando uma transformação ao integrar as pessoas em suas vivências cotidianas na produção cultural única e regional da cidade de Manaus.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais: 

    Cantora amazonense Kely Guimarães lança single 'Ao Luar'

    Confira a entrevista com Regis Myrupu, premiado ator de ‘A Febre’

    Rosa Malagueta protagoniza filme sobre as benzedeiras da Amazônia