Fonte: OpenWeather

    Literatura


    Obra de escritora amazonense tem distribuição digital gratuita

    Maria Lucy Rodrigues reuniu poemas e crônicas escritos da infância à vida adulta no livro “Pérola, Sol e Mar: cantos de menina, mãe, mulher”

    As colaboradoras do projeto, Viviane Bandeira e Myriam Scotti também participam do evento
    As colaboradoras do projeto, Viviane Bandeira e Myriam Scotti também participam do evento | Foto: Erica Melo

    Manaus – Livro de estreia da jornalista cultural e escritora amazonense Maria Lucy Rodrigues, “Pérola, Sol e Mar: cantos de menina, mãe, mulher” será lançado em formato de e-book na próxima sexta-feira (17), às 19h (horário local), no jardim do Casarão de Ideias, localizado na rua Barroso, no Centro de Manaus.

    A publicação estará disponível de forma gratuita na internet, e traz poemas e crônicas, escritos desde a infância até a vida adulta da autora, abordando temas como amor, relacionamentos, autoestima, força feminina, paixões, espiritualidade e maternidade.

    Produzido em formato digital, com o objetivo de alcançar ainda mais pessoas, o livro pode ser acessado pelo site www.perolasolemar.art.br. O projeto também ganhou um perfil no Instagram: @perolasolemar.

    ‘‘Esse livro tem passagens da minha vida inteira, que começaram em diários, cadernos... mas foi tomando forma somente nos últimos dois anos, quando passei a escrever mais, e a escrita começou a fazer parte da minha rotina diária’’, revelou Lucy Rodrigues.

    Livro é a obra de estreia da escritora Maria Lucy Rodrigues
    Livro é a obra de estreia da escritora Maria Lucy Rodrigues | Foto: Erica Melo

    Com ilustrações de Viviane Bandeira, prefácio de Myriam Scotti e capa e projeto gráfico de Mário Lima, o livro tem o apoio do Prêmio Manaus de Conexões Culturais - Lei Aldir Blanc 2020, na categoria Literatura, da Prefeitura Municipal e do Governo Federal. O lançamento tem apoio cultural do Casarão de Ideias e da Loppiano Pizza.

    ‘’Ano passado tentei lançar o livro físico, mas não consegui apoio. Refiz o projeto para o digital e surgiu essa oportunidade do Prêmio Manaus de Conexões. Fiquei muito feliz e grata de poder lançá-lo’’, agradeceu a escritora.

    "

    Agora, sinto que a obra já não é mais minha e que vai se conectar com quem tiver de se conectar. Vou continuar escrevendo, cantando, compondo e vendo poesia em tudo, pois é o que me traz muita alegria "

    Maria Lucy Rodrigues, jornalista cultural e escritora amazonense

    Música e poesia

    O lançamento também contará com sarau, roda de conversa e pocket show do grupo Amada, formado por Maria Lucy Rodrigues, Alexandre Magno, e Márcio Ângelo, nos intervalos do evento.

    Grupo Amada, com Maria Lucy Rodrigues, Alexandre Magno, e Márcio Ângelo
    Grupo Amada, com Maria Lucy Rodrigues, Alexandre Magno, e Márcio Ângelo | Foto: Erica Melo

    O público poderá acompanhar a roda de conversa com a autora sobre o tema “Arte e Maternidade”. Também participam do bate-papo as colaboradoras do projeto, Viviane Bandeira e Myriam Scotti. Outro destaque do evento será o sarau com leitura livre de poemas do livro e de outros autores.

    “Escrever, para mim, é mais que um ofício diário. É também a melhor forma de me expressar e liberar anseios e sentimentos. Cresci tendo a música, a leitura e a poesia como minhas amigas e elas estão presentes diariamente na minha vida, assim como nesse trabalho de estreia”, explica Lucy.

    Além de escritora e jornalista, Lucy Rodrigues também é cantora e compositora, um talento que irá compartilhar durante o lançamento de “Pérola, Sol e Mar: cantos de menina, mãe, mulher”, e revelou que a música teve grande papel nessa obra de estreia, como inspiração.

    ‘‘Alguns dos poemas do livro, como ‘Brilho no Olhar’, ‘Pássaros’ e ‘Sigo Só’ foram musicados. O grupo Amada também foi um presente neste ano desafiador. Começamos o grupo em meio a pandemia, quando ficamos parados, devido nossa amizade e gosto pela música brasileira’’, concluiu. 

    Confira o poema que dá nome ao livro:

    ‘‘Segurei tua mão e segui confiante

    Nem o maior dos medos me faria parar.

    Minha coragem e força estão mais vibrantes

    Pois sei que te tenho e não posso falhar.

    Quero te cuidar, te ver forte e grande

    Sorrir com o teu riso e pureza no olhar.

    És meu amor mais puro,

    Precioso brilhante.

    Luz a cada instante,

    Pérola, sol e mar.’’

    Leia mais:

    Centenário: escritoras comentam os mistérios de Clarice Lispector

    'É um poema visual', diz Bárbara Paz sobre o filme 'Babenco'

    Alunos do AM escrevem livro para retratar a pandemia