Fonte: OpenWeather

    Rainha do Carnaval


    Cantora amazonense canta no bar da Alcione neste domingo (3), no RJ

    Vanessa Auzier realiza a primeira apresentação oficial no Rio de Janeiro, na Casa Marrom, de propriedade da cantora Alcione

     

    Vanessa Auzier é apelidada de "Rainha do Carnaval" entre o meio musical
    Vanessa Auzier é apelidada de "Rainha do Carnaval" entre o meio musical | Foto: Divulgação

    Manaus - A cantora amazonense Vanessa Auzier realiza a primeira apresentação oficial em um dos palcos mais prestigiados do Rio de Janeiro. Entre os dias 3 e 10 de janeiro, ela performa no Bar da Alcione, a Casa Marrom.

    O local é famoso, não somente por ser propriedade de uma das mais notórias sambistas do país, conhecida como Rainha do Samba, mas também por receber artistas consagrados da música brasileira.

    “Estou muito feliz. Primeiro, pois sou fã incondicional da Alcione, amo de paixão, me inspiro nela, e cantar no local que ela criou para receber artistas de todas as esferas, já é um marco muito importante na minha carreira”, contou a amazonense.

    Vanessa Auzier compartilhou que está morando há pouco mais de um mês no Rio de Janeiro, onde resolveu construir novos caminhos para a carreira profissional.

    Acompanhada da empresária Andréia Assis, que já trabalhou com a cantora Perla, ela aposta todas as fichas na nova trajetória.

    O cantor Anderson Leonardo, vocalista do grupo de pagode Molejo, também apadrinhou a “Rainha do Carnaval”, como Vanessa é apelidada carinhosamente no meio artístico e musical.

    “Muito feliz por tudo isso, e espero que em 2021 possamos colher muito mais frutos de todo trabalho que venho fazendo, desde Manaus e nesses quase dois meses aqui no Rio de Janeiro", afirmou Auzier.

    Artista solo, a amazonense é apaixonada pelas canções desde pequena, com inspiração no pai, que também é músico.

    Com 12 anos, a cantora entrou para a Orquestra do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, da Secretaria de Cultura do Estado do Amazonas (SEC-AM), e agora, com três anos de carreira profissional, ela almeja grandes voos na música. 

    Leia mais:

    Produção musical amazonense permanece em alta durante pandemia

    Quadrinistas lançam obra retratando o 'Período Áureo da Borracha'

    O que você espera de 2021? Astrólogos prometem mudanças radicais