Fonte: OpenWeather

    Seleção


    Projeto literário publica contos de escritoras do Amazonas em e-book

    Os contos recebidos serão avaliados por uma banca especializada que escolherá 10 textos finais

     

    Projeto é da amazonense Letícia Cardoso
    Projeto é da amazonense Letícia Cardoso | Foto: Divulgação

    Manaus - Um projeto da escritora amazonense Letícia Cardoso pretende publicar contos de escritoras amazonenses durante o primeiro trimestre de 2021, no formato e-book.

    O projeto, intitulado "Te Conto em Contos", foi contemplado com o Prêmio Feliciano Lana, do Governo do Estado do Amazonas, no ano de 2020, e as chamadas para seleção de textos vão até esta quinta-feira (31).

    O projeto nasceu como um perfil no Instagram, onde Letícia publicava textos para que amigos e família pudessem lê-los, para que os textos não ficassem “mofando na gaveta”.

    Entretanto, quando a escritora soube dos editais de fomento à produção cultural do Governo do Amazonas e da Prefeitura de Manaus, a proposta do perfil literário mudou, e Letícia decidiu transformar o projeto em algo maior, com a publicação de três e-books a partir de janeiro de 2021.

    Além de escritora, Letícia também é revisora de textos, coordenadora editorial e professora de Língua Portuguesa da rede municipal de ensino. Escreve não apenas contos, mas também crônicas, e viu no projeto a oportunidade de criar um espaço para escritoras do Amazonas publicarem seus contos, já que, segundo ela, não via “relevância” em si mesma.”

    “Uma amiga chamada Beatriz Mascarenhas, que é fundadora do grupo Mona Coletiva das Artes, me falou dos editais e eu decidi inscrever, tornando o projeto em uma potência criadora para outras mulheres. Eu não achava que era relevante apresentar um projeto para publicação de contos meus, de uma obra minha, ainda não enxergo esse momento para mim; por outro lado, seria muito interessante conhecer, ou reconhecer, escritoras daqui, além de saber quem está escrevendo e por que não estou lendo, não estamos lendo”, diz Letícia.

    O projeto

    A escritora afirma que escolheu o conto pelo fato de ser um gênero antigo e já consagrado para contar histórias.

    Segundo ela, no Amazonas, a forte e resistente cultura indígena “não deixa que seja esquecida sua história, contando-a para seus filhos e ao mundo, seja por meio de palestras ou mesmo pelo registro escrito, em livros ficcionais ou textos científicos, como TCCs, dissertações e teses, já que cada vez mais há indígenas em universidades”.

    Contar, segundo a professora, “é, portanto, a essência da divulgação e registro da humanidade”.

    Para a autora, o projeto representa para ela uma chance, ainda, de conhecer a literatura contemporânea produzida no “continental Amazonas”, cuja capital, ela brinca, “é a própria Macondo” – cidade onde se passa a obra Cem anos de Solidão, do Nobel da Literatura Gabriel García Márquez, também escritor favorito de Letícia.

    Chamada e seleção

    A chamada para a seleção dos contos para publicação está ocorrendo desde o dia 18 de dezembro, e vai até o dia 31 de dezembro de 2020.

    Os contos recebidos serão avaliados por uma banca especializada, que escolherá 10 textos, obedecendo a critérios como originalidade e inventividade, qualidade técnica e competência linguística. Os contos de Letícia e de outras escritoras convidadas vêm sendo postados desde o início do mês no perfil no Instagram @tecontoemcontos.

    O primeiro e-book será lançado em janeiro de 2021, com a publicação de trechos dos contos presentes na obra e a biografia de cada escritora participante do projeto. As escritoras interessadas em participar da seleção devem acessar o site para ler a Chamada completa para seleção (https://bit.ly/3nl6cSI) ou entrar em contato pelo Instagram ou pelo e-mail: [email protected]

     *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Produção musical amazonense permanece em alta durante pandemia

    Quadrinistas lançam obra retratando o 'Período Áureo da Borracha'

    O que você espera de 2021? Astrólogos prometem mudanças radicais