Fonte: OpenWeather

    Expectativas


    Artistas amazonenses revelam esperanças para 2021

    Em meio aos desafios de 2020, a cultura mantém expectativas positivas para o ano que se aproxima

     

    2021 carrega grandes expectativas
    2021 carrega grandes expectativas | Foto: Divulgação

    Manaus – 2020 está perto do fim. Entre tantas perdas e desafios que o ano trouxe, artistas de todo país tiveram de se reinventar com o momento. No Amazonas, um dos epicentros da Covid-19, a cultura sofreu desfalques, mas, mesmo em meio ao caos, conseguiu se manter forte e levar conforto à população.

    Os artistas Rosa Malagueta, Romahs Mascarenhas, Djuena Tikuna, David Assayag e Bel Martine conversaram com o EM TEMPO, e revelaram as expectativas para 2021:

    Atriz Rosa Malagueta

     

    Atriz amazonense Rosa Malagueta
    Atriz amazonense Rosa Malagueta | Foto: Arquivo EM TEMPO

    “Esse ano voltei para Manaus, para ficar perto da minha família, para ficar perto da minha mãe, do meu pai, pois se algo acontecesse comigo ou com eles, eu queria estar perto de quem eu amo. E nesse tempo também perdi amigos para a Covid-19. Com tudo que aconteceu, eu vi o quanto é importante a nossa profissão, mas, mesmo assim, as pessoas às vezes não ligam para a nossa categoria. Acham que não temos tanto merecimento, como qualquer outra profissão. Ser artista nesse país é muito difícil, mas essa pandemia provou que nós somos essenciais para as pessoas: é para o nosso trabalho que elas recorrem quando estão sofrendo. Se não fosse o artista cantar, o artista fazer rir, o artista trazer reflexões, as pessoas estariam mais doentes. Eu espero que 2021 seja um ano de realizações, um ano de coisas novas. Para o ano que chega, a minha expectativa é que os nossos governantes tenham mais atenção com nós, artistas”.

    Quadrinista Romahs Mascarenhas

     

    | Foto: Bryan Riker

    “A minha expectativa e desejos para 2021, é que os que se expressam através de suas artes, e os que comunicam para uma parcela grande da população, consigam utilizar suas críticas e posicionamentos para o bem. Nesse momento em que a população fica tão tensa com o alcance desse vírus, e como ele revela também um lado ruim de muitos, que a gente possa ser o diferencial. Que o artista, através do seu trabalho, possa passar informações e possibilitar discussões para o amadurecimento das pessoas. A gente se comunica através da arte, então é uma responsabilidade que a gente tem. Que o novo ano venha com mais produções, se adequando à essa nova realidade e driblando as limitações. Que possamos trilhar esse caminho e continuar nos comunicando com o público".

    Cantora Djuena Tikuna

     

    | Foto: Divulgação

    “2020 foi o ano que nos revelou o quanto nós somos frágeis. A Covid-19 chegou de repente, desacelerando todos, mas também nos trouxe muito aprendizado em todos os sentidos. Que o ano de 2021 chegue para melhorar tudo, para que possamos continuar o nosso caminhar, sem medo de nos abraçar, porque nós somos como pássaros multicoloridos: cantamos melhor em revoada! E toda semente que há, há de um dia germinar uma flor para reflorestar nossos corações! É o que eu desejo!”.

    Levantador de toadas David Assayag

     

    | Foto: Divulgação

    “Esse ano, para nós artistas, não foi nada bom. Devido a pandemia, e tudo que veio com ela, nossos shows, o festival, tudo foi cancelado. Para quem vive de música, como eu, foi muito difícil. Criamos uma rede onde várias pessoas se ajudaram, deu para sanar algumas necessidades dos amigos músicos, alimentos, remédios, materiais de higiene... A maior expectativa para 2021, é a chegada da vacina. Se Deus quiser, ela vai chegar logo no Brasil, e logo mais poderemos ter um grande Festival de Parintins, com os torcedores do Garantido e do Caprichoso".

    Cantora Bel Martinez

     

    | Foto: Graziela Praia/Divulgação

    “O que eu espero para o ano de 2021, é que a nossa saúde seja restabelecida. Que a gente implemente a vacina, e que a gente, depois desse ano tão difícil, depois desses momentos tão difíceis, encontre uma maneira de continuar com a nossa arte. Depois de tudo isso que a gente passou, a nossa arte está aqui e vai continuar resistindo. O que eu espero realmente, é que a gente tenha saúde e um novo recomeço, porque realmente foi um ano muito difícil. Então, toda a minha esperança e a expectativa é nessa vacina, que ela dê certo, para que a gente continue atuando na cultura é entendendo esses novos caminhos”.

    Leia mais:

    Produção musical amazonense permanece em alta durante pandemia

    Quadrinistas lançam obra retratando o 'Período Áureo da Borracha'

    O que você espera de 2021? Astrólogos prometem mudanças radicais