Fonte: OpenWeather

    Arte naturalista


    Imagens: artista esculpe vagina de 33 metros em Pernambuco

    A criação da artista Juliana Notari virou assunto na internet, uma "vulva ferida" de 33 metros em um parque artístico em Pernambuco

    Foi necessária a mão-de obra de 20 engenheiros para dar vida à peça | Foto: Arquivo Pessoal

     

    Foi necessária a mão-de obra de 20 engenheiros para dar vida à peça
    Foi necessária a mão-de obra de 20 engenheiros para dar vida à peça | Foto: Arquivo Pessoal

    Em meio a um museu a céu aberto no agreste pernambucano, a artista plástica Juliana Notari lançou a sua mais nova criação. Trata-se de uma “vulva ferida” de 33 de metros de altura, 16 de largura e 6 metros de profundidade.

    A peça se chama Diva. Fruto de um trabalho performático que a artista fazia em paredes, a imagem trabalha as questões de gênero e a natureza.

     

    Peça demorou mais de 11 meses para ficar pronta
    Peça demorou mais de 11 meses para ficar pronta | Foto: Arquivo Pessoal

    Para ela, a vagina representa o despertar de algo sagrado. “Eu busco tratar da reflexão acerca da desigualdade de gênero e também da destruição do planeta Terra, como entidade e ser vivo. A vulva representa o nascimento, de onde vem a vida, e a obra construída na terra relembra para onde todos vão após a morte, de volta à natureza”, explicou Juliana em entrevista ao Metrópoles.

     

     A peça se chama Diva. Fruto de um trabalho performático que a artista fazia em paredes, a imagem trabalha as questões de gênero e a natureza
    A peça se chama Diva. Fruto de um trabalho performático que a artista fazia em paredes, a imagem trabalha as questões de gênero e a natureza | Foto: Arquivo Pessoal

    *Com informações do Metrópoles

    Leia Mais:

    Assista agora: Anitta faz show de Ano Novo na Times Square

    Boca Rosa pede namorado em casamento: 'Casa com a gente?

    'Rafa Kalimann desmente briga com Bruna Marquezine, "Chicletinhas"