Fonte: OpenWeather

    Premiação


    'Bacurau' vai disputar o 'Oscar do cinema independente' nos EUA

    ilme de Kleber Mendonça está na lista dos finalistas do Spirit Awards, que será realizado em 22 de abril

     

    | Foto: Divulgação

    O brasileiro "Bacurau" (2019) foi indicado como um dos melhores filmes internacionais do Spirit Awards, principal premiação do cinema independente dos Estados Unidos, nesta terça-feira (26).

    A produção dirigida por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles concorre com "The disciple" (Índia), "La nuit des rois" (Costa do Marfim), "Felkészülés meghatározatlan ideig tartó együttlétre" (Hungria) e "Quo vadis, Aida?" (Bósnia e Herzegovina).

    Outro destaque brasileiro é o diretor Edson Oda, indicado com o filme "Nine days" na categoria melhor filme de estreia.

    Em uma temporada marcada pela pandemia da Covid-19, a premiação quebra a tradição e acontece em 2021 em uma quinta-feira, no dia 22 de abril. Normalmente, o evento acontecia um dia antes do Oscar, que este ano será realizado em 25 de abril.

    Entre os filmes, "Nunca, raramente, às vezes, sempre" lidera no número de indicações, com sete. "Minari" fica em segundo, com seis. "A voz suprema do blues" e "Nomadland" têm cinco cada

    É a segunda vez que uma produção de Kléber Mendonça Filho, que assina a direção do longa com Juliano Dornelles, é indicada à premiação. O Spirt Awards é chamado no meio como o “Oscar do cinema independente”. Em 2017, Aquarius acabou perdendo nesta mesma categoria para o alemão Toni Erdmann, que se tornaria depois, para o Oscar, o melhor filme estrangeiro.

    As novidades do Spirit Awards são cinco novas categorias de TV: Melhor Nova Série com Roteiro, Melhor Nova Série ou Documentário não Roteirizado, Melhor Desempenho Masculino em uma Série com Roteiro, Melhor Desempenho Feminino em uma Série com Roteiro e Melhor Elenco em uma Série com Roteiro.

    Leia mais:

    'Os Últimos Dias de Gilda' é selecionada em mostra no Festival Berlim

    'Caminharemos lado a lado com a classe artística', diz Alonso Oliveira

    Osmar Oliveira conta trajetória na música em ‘Minha Vida Música’