Fonte: OpenWeather

    Pandemia


    Clubes de leitura infantil são aposta para tirar crianças das telas

    Serviços de assinatura de títulos infantis apostam em curadoria atenta e atividades para ajudar os pais

     

    | Foto: Annie Spratt-Unsplash

    A pandemia do novo coronavírus fez com que muitas crianças passassem ainda mais tempo em frente às telas de videogame e computador. Segundo um estudo divulgado pela SuperAwesome, empresa americana de tecnologia em mídia digital, em agosto de 2018, crianças entre 6 e 12 anos passaram cerca de 50% do período de quarentena em frente a telas – ou seja, praticamente metade do seu dia.

    Para tentar reverter esse cenário, empresas e companhias estão aprimorando uma alternativa que, apesar de simples, pode render ganhos importantes na rotina das crianças em um momento delicado: os clubes de leitura Infantil. Os pais estão apostando cada vez mais nessa modalidade de envio de livros e leitura conjunta para introduzir a literatura no dia a dia de crianças e adolescentes.

    Clubes de leitura infantil: como funcionam

    A formação dos clubes de leitura infantil está quase sempre ancorada em uma outra prática que tem se tornado cada vez mais comum: os clubes de assinatura de livros. Serviços como esse enviam, uma vez por mês, títulos selecionados especialmente para o cliente e de acordo com as suas preferências.

    O método funciona de forma personalizada, já que todos os títulos são analisados por uma equipe de curadoria formada por psicólogos, escritores e pedagogos, que escolhem os livros de acordo com as características das crianças. Segundo Renata Nakano, diretora geral do clube de leitura infantil Quindim, o mercado está aquecido em decorrência da pandemia.

    "Com o fechamento do comércio, mães e pais que gostavam de ir às livrarias com os filhos passaram a procurar o nosso serviço e gostaram, porque enviamos livros que não são encontrados em qualquer loja, produzidos por editoras independentes e até de coletivos de autores", revelou a Renata em entrevista recente ao jornal O Globo.

    A importância da leitura para as crianças

    É importante ressaltar que a leitura não deve servir apenas para tirar as crianças da frente das telas. Desenvolver o hábito de consumir histórias, de sentir o cheiro do papel, de absorver os vários elementos de um livro também importa. Além disso, ler ajuda a desenvolver o intelecto, estimular a imaginação e enriquecer o vocabulário.

    Muitos pais também costumam se reunir com seus filhos para compartilhar as histórias. Assim, as crianças podem interagir com os adultos discutir impressões e dúvidas sobre a obra. Da mesma forma que é gostoso juntar a família para assistir a um filme, pais e filhos também podem praticar a leitura juntos.

    Mercado editorial em ascensão

    Apesar da crise econômica que afeta diversos setores, o mercado de livros no Brasil tem buscado se reinventar. Enquanto lojas físicas perdem espaço e estão fechando as portas com frequência, as opções disponíveis online supriram as necessidades do consumidor em meio ao isolamento, como é o caso dos clubes de leitura infantil.

    Isso fez com que os números de 2020 fossem surpreendentes e melhores do que os registrados há dois anos. Segundo levantamento divulgado no início de 2021 pela Nielsen Bookscan para o SNEL (Sindicato Nacional dos Editores de Livros), o Brasil teve um tímido crescimento na venda de livros no ano passado.

    Foram 41,91 milhões de livros vendidos em 2020, um aumento de 0,87% em comparação com 2019, ano em que 41,54 milhões de exemplares foram comercializados. A arrecadação, no entanto, diminuiu: o mercado livreiro movimentou R$ 1,74 bilhões em 2020 comparado a R$1,75 bilhões em 2019 – uma queda de 0,48%.

    Sobre 2021, a previsão do Sindicato é otimista. “O brasileiro voltou a ler, e as editoras apresentaram lançamentos importantes no final de 2020. Tivemos ainda a inauguração de um número recorde de novas livrarias no último trimestre do ano, e esse movimento tende a continuar em 2021", disse Marcos da Veiga Pereira, presidente do SNEL.

    Leia mais:

    Veja como está sendo o retorno dos alunos do AM às aulas remotas

    Projeto 'Leituras de Apartamento' traz clássicos gregos em live

    Volta às aulas presenciais exige motivação dos estudantes