Fonte: OpenWeather

    Desfile no Egito


    Egito faz 'desfile' de 22 múmias famosas para atrair turistas; assista

    Elas foram levadas ao Museu Nacional da Civilização Egípcia, onde serão exibidas em áreas parecidas com as antigas tumbas

     

    O Egito procura uma maneira de recuperar os estrangeiros
    O Egito procura uma maneira de recuperar os estrangeiros | Foto: Divulgação

    Egito - O Egito realizou um grande desfile de múmias neste sábado (3) em sua capital, Cairo. Com muita pompa, atrações musicais e transmissão ao vivo, o evento tem o objetivo de atrair turistas para área e também mudar as antiguidades para um novo museu, ainda mais moderno.

    Cerca de 22 múmias, sendo elas de 18 reis e 4 rainhas, foram transportados do Museu Egípcio ao Museu Nacional da Civilização Egípcia em um trajeto de cinco quilômetros nas proximidades do Rio Nilo. ). Elas serão atração principal do novo e mais moderno museu que será inaugurado no domingo (4). Assista:

    | Autor: Reprodução
     

    O cortejo foi liderado pelo faraó Sekenenré Taá (século XVI a.C.), da 17ª dinastia, e será encerrada por Ramsés IX (século XII a.C.), da 20ª. Mais conhecidos do grande público, Ramsés II e Hatshepsut também fizeram parte deste grande “desfile dourado dos faraós”. A parada também inclui as múmias de Ramsés II, Seti I, e Ahmose-Nefertari.

    Movimentação turística 

    Após anos de instabilidade política desde 2011, o país tem enfrentado grande dificuldade no setor turístico, ainda mais no período atual de pandemia devido a Covid-19. Com isso, o Egito procura uma maneira de recuperar os estrangeiros,  através de novos métodos que respeitem a cultura local.

    Com a criação do Museu Nacional da Civilização Egípcia e o Grande Museu Egípcio (GEM), próximo às pirâmides, que serão inaugurados nos próximos meses, a estratégia é exibir a história local de forma mais verídica e próxima da realidade vivida há séculos pelos reis e rainhas.

    Leia mais

    Especialista indica vinhos para almoço da Páscoa

    Veja quatro lendas da Amazônia que persistem no imaginário da região

    Gosta de teatro? Federação amazonense oferece oficina gratuita; veja