Fonte: OpenWeather

    Ação social


    'Mona Em Cena' inicia atividades on-line nesta segunda (12) em Manaus

    O projeto foi contemplado pelo Prêmio Manaus Conexões Culturais - Lei Aldir Blanc, com apoio da Prefeitura de Manaus

     

    A realização é do grupo Mona Coletiva das Artes
    A realização é do grupo Mona Coletiva das Artes | Foto: Divulgação

    MANAUS –  A ocupação “Mona Em Cena” chega, finalmente, à finalização. Dessa vez, o projeto cultural será realizado de forma virtual, para os moradores do bairro Redenção, na zona Centro-Oeste de Manaus, a partir desta segunda-feira (12), através do Instagram @monacoletiva.

      A realização é do grupo Mona Coletiva das Artes. O grupo ocupa o Bairro da Redenção com intermédio da ONG Transformação, uma ONG que atua no bairro desde 2014, a fim de tentar melhorar a realidade local, com o viés da ecologia, das artes e da educação.  

    O projeto foi contemplado pelo Prêmio Manaus Conexões Culturais - Lei Aldir Blanc, com apoio da Prefeitura de Manaus.

    Realização

    O grupo Mona Coletiva das Artes nasceu em 2016, da união de artistas amazonenses independentes interessados em estabelecer contato com outras partes do Brasil e do mundo e se apoiarem em criações colaborativas.

     

    O grupo Mona Coletiva das Artes nasceu em 2016
    O grupo Mona Coletiva das Artes nasceu em 2016 | Foto: Divulgação

    É um coletivo de artistas formado por Beatriz Mascarenhas, Larissa Rufino, Leo Scant e Tainá Lima. Mona desenvolve projetos no Brasil, Portugal e França, além de ter criações próprias na cidade de Manaus. 

    Sobre a Ocupação Virtual

    A Ocupação Mona Em Cena ocupou o Bairro da Redenção com oficinas e apresentações de teatro, circo, dança e música no mês de dezembro de 2020.

    O projeto contemplou muitas crianças do bairro, artistas da cidade de Manaus e contratou serviços de moradores do próprio bairro, como alimentação, ornamentação, produção e fotografia.


    Programação

    Dia 12/04 (segunda)

    Live sobre circo e comunidade com Jean Winder às 16h

    Live sobre teatro e comunidade com Samanta Leite às 18h

    Dia 13/04 (terça)

    Live sobre música e comunidade com Strella às 16h

    Live sobre dança e comunidade com Jamilly Freire às 18h

    Dia 14/04 (quarta) – Apresentações de solos de dança

    Lady Macbeth, de Demmy Ribeiro, às 16h

    Meu Nome, de Geffiter Garcia, às 17h

    De preto a afrodescendente – corpo urbano, de André Rolim, às 18h

    Corpus Othóni, de Stefanya Lima, às 19h

    Dia 15/04 (quinta)

    Show com Lary Go & Strella às 19h

    Batalha de MC’s (votação aberta durante o dia)

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    ‘Teatro performático de Jorge Bandeira’ abre 14° Mostra do Amazonas

    Coreógrafo Victor Maia e drag queen Velma Real participam de live

    Trabalha com produção cultural? Veja editais com inscrições abertas